Menu
sexta, 21 de fevereiro de 2020
Estava embriagado e não era habilitado

Acusado de atropelar e matar ciclistas na rodovia dos Bandeirantes vai a júri popular nesta quinta-feira

31 Out 2019 - 14h36Por Redação
Acusado de atropelar e matar ciclistas na rodovia dos Bandeirantes vai a júri popular nesta quinta-feira - Crédito: Rápido no Ar Crédito: Rápido no Ar

Hyoran Alves de Oliveira, acusado de atropelar e matar os ciclistas Diogo Faria, 38 anos e Márcio José Bechis, 45 anos, em julho de 2017, no acostamento da rodovia Bandeirantes (SP-348), em Limeira, deverá ir a júri popular nesta quinta-feira, 31. O réu responderá por homicídio simples.

Em 2017 Hyoran tinha 19 anos e não era habilitado, e dirigia embriagado. Ele está em liberdade desde 14 de março quando o STJ (Superior Tribunal de Justiça) concedeu habeas corpus.

Anteriormente, o acusado respondia por homicídio duplamente qualificado, mas em abril desde ano após recurso proposto pela defesa do réu, o Tribunal de Justiça de São Paulo decidiu que ele responderia por homicídio simples. Com isso a condenação cai de 12 a 30 anos para 6 a 20 anos de prisão.

ACIDENTE

Os ciclistas pedalavam pelo acostamento da rodovia e no km 146 (mais 500 metros) foram atingidos por Corsa Wind, de Itu. Ambos morreram no local.

Diogo era de Americana e deixou um filho recém-nascido com apenas 14 dias. Mário era triatleta e professor de Educação Física em Nova Odessa.

Diogo Faria e Márcio José Bechis morreram atropelados na rodovia dos Bandeirantes
comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias