Menu
terça, 09 de março de 2021
Publieditorial

Retorno às aulas exige cuidados especiais para prevenir os casos de Covid-19

As crianças devem adotar o uso de máscara, higienização das mãos e uso de álcool em gel, já que mesmo sem sintomas, podem transmitir o vírus

05 Fev 2021 - 09h44Por Grupo São Francisco
Retorno às aulas exige cuidados especiais para prevenir os casos de Covid-19 -

O retorno às aulas previsto para acontecer de forma gradual, a partir da próxima semana em diversas cidades, exige cuidados especiais e a adoção de novos hábitos para prevenir os casos de Covid-19.

A médica Sílvia Fonseca, Diretora Corporativa de Infectologia do Sistema Hapvida, do qual o Grupo São Francisco faz parte, afirma que com a perspectiva de retorno às atividades em creches e escolas é importante adotar medidas de prevenção para reduzir os riscos de contágio. "É necessário prestar atenção nas crianças. A partir de dois anos, elas também precisam utilizar a máscara cobrindo o nariz e a boca, criar o hábito de sempre lavar as mãos e passar o álcool em gel para ficarem protegidas", orienta.

Apesar de as crianças não integrarem ao grupo de risco da Covid-19, que tem sido mais grave em pessoas idosas e em pacientes com doenças crônicas ou condições que afetam o sistema imunológico, elas exigem cuidados especiais na prevenção e para conter a disseminação do vírus, pois mesmo assintomáticas ou com uma reação atenuada podem transmitir o coronavírus para quem está exposto aos riscos.

De acordo com a médica infectologista, nas crianças os sintomas têm se manifestado de forma mais leve e muito semelhante ao de um resfriado. "Não é tão comum que uma criança tenha um quadro grave de Covid-19 e mesmo assintomática pode transmitir a doença para outras pessoas. Por isso, é importante ficar atento, principalmente, em relação ao resfriado, como nariz escorrendo, um pouco de febre, perda de apetite e dor de garganta", explica Sílvia.

Leia Também

Últimas Notícias