Menu
segunda, 23 de setembro de 2019
Caos na saúde

Vereador Elton Carvalho garante que atendimento psiquiátrico em São Carlos está negligenciado

11 Set 2019 - 07h19Por Marcos Escrivani
Vereador Elton Carvalho garante que atendimento psiquiátrico em São Carlos está negligenciado - Crédito: Marcos Escrivani Crédito: Marcos Escrivani

Os vereadores Elton Carvalho (PSB) – presidente da Comissão de Saúde da Câmara Municipal e Edson Ferreira (PRB), estiveram na tarde desta terça-feira, 10, na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Vila Prado para tratar sobre as dificuldades e demandas enfrentadas pela unidade quanto ao atendimento aos pacientes.

Os motivos da presença dos parlamentares na unidade de saúde que funciona 24 horas seriam denúncias realizadas por munícipes. “Recebemos diversas denúncias e sabemos da sobrecarga que a UPA sofre. Não adianta só criticar e fiscalizar. É importante propor uma solução colaborativa com urgência, pois a situação é crítica e beira um colapso no atendimento”, disse Elton. “Ouvi com toda atenção as exposições realizadas pela Direção da UPA e já acionei o Governo, propondo reunir as lideranças da Câmara, Prefeitura, Santa Casa e Hospital Universitário objetivando uma solução inteligente equacionando os problemas atuais e proporcionando maior eficiência nos atendimentos a médio e longo prazo”, complementou.

De acordo com as informações relatadas pela equipe da UPA aos parlamentares, dos 11 leitos disponíveis atualmente, seis estão ocupados por pacientes em atendimento psiquiátrico e somente cinco para atendimentos de urgência e emergência. No entanto, a UPA não dispõe de equipe devidamente treinada/capacitada para realizar tais procedimentos, infraestrutura, recursos específicos e até mesmo serviço de hotelaria hospitalar e alimentação, visto que grande parte dos atendimentos psiquiátricos são internações.

Segundo os vereadores, em algumas ocasiões as internações excedem cinco dias, colocando os pacientes em situações sub-humanas, não dispondo de alimentação de qualidade, banhos e condições mínimas de higiene.

“Esta é uma situação extremamente desgastante e prejudicial para todas as partes: os servidores ficam extremamente sobrecarregados, os pacientes não recebem um atendimento adequado pois a função da UPA é estabilizar e encaminhar para um atendimento especializado e a população sofre com a demora no atendimento”, enfatizou o parlamentar. “Para ilustrar a criticidade da situação, hoje (terça) a UPA estava com três médicos, dois fazendo atendimentos psiquiátricos e somente um fazendo os demais atendimentos a população”, adiantou. “Ou seja, de 11 leitos, somente cinco disponíveis a população e de três médicos, somente um para a população. Isto é inaceitável”, alfinetou. 

Segundo Elton, atualmente existem disponíveis oito leitos disponíveis no Hospital Universitário para atendimento psiquiátrico, sendo que, estas vagas são para toda a microrregião via sistema Cross. Esta quantidade, afirma, é insuficiente mediante a enorme demanda e a defasagem de médicos psiquiatras município apresenta, necessitando de um debate elaborado propondo soluções urgentes. 

O vereador Elton assegurou que atualmente não existe psiquiatra na rede, sendo que, a saúde mental no município está completamente negligenciada, cabendo a Prefeitura ter a sensatez e sensibilidade para resolver esta questão no menor espaço de tempo possível.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias