Menu
quarta, 21 de abril de 2021
Saúde

Vereador Malabim garante o fim da fila para exames de eletrocardiograma

22 Mar 2019 - 07h02Por Redação
Vereador Malabim garante o fim da fila para exames de eletrocardiograma - Crédito: Divulgação Crédito: Divulgação

O vereador Malabim, em companhia do secretário municipal de Saúde, Marcos Palermo, realizou na manhã desta quinta-feira (21) as entregas de sete aparelhos eletrocardiogramas para unidades de saúde da cidade. Conforme relatou o parlamentar, o posto de saúde Dr. Luís Maia, no Parque Delta, e as UBS (Unidades Básicas de Saúde) dos bairros Santa Felícia, Vila São José, Maria Stella Fagá, Cidade Aracy, Botafogo e a do Distrito de Água Vermelha receberam os equipamentos.

Logo no início de seu mandato, Malabim, ciente das dificuldades financeiras vivenciadas pela saúde pública do município, destinou R$ 40 mil de emenda parlamentar para a aquisição dos aparelhos.

ELETROCARDIOGRAMA (ECG)

O exame verifica a existência de problemas com a atividade elétrica do coração. É um procedimento rápido, simples e indolor, no qual os impulsos elétricos do órgão são amplificados e registrados em um pedaço de papel. Através do exame, o médico cardiologista obterá dados importantes, os quais serão utilizados para diagnosticar, orientar e medicar os pacientes.

PROBLEMAS QUE PODEM SER DIAGNOSTICADOS ATRAVÉS DO EXAME DE ELETROCARDIOGRAMA:

- Irregularidades no ritmo cardíaco (arritmia) seja por um coração acelerado (taquicardia), devagar (bradicardia) ou fora do ritmo;

- Defeitos cardíacos;

- Problemas com válvulas do coração;

- Artérias bloqueadas ou estreitas no coração (doença arterial coronariana);

- Infarto em situações de emergência;

- Infarto anterior;

- Inflamação da membrana que envolve o coração (pericardite);

- Hipertrofia das câmeras cardíacas (átrios e ventrículos);

- Doenças genéticas;

- Doenças transmissíveis (Doença de Chagas);

- Doenças que isolam o coração (derrame pericárdico ou pneumotórax);

Segundo Malabim, o tempo de espera para realização do exame era um fator crítico para a população. Os munícipes que passavam pelos Postos de Saúde e UBSs tinham que ser encaminhados ao CEME (Centro Municipal de Especialidades) para a realização do eletrocardiograma, acarretando um aumento nos custos de transporte e desperdício de tempo dos pacientes. Além disso, a falta de outros equipamentos para realizar o ECG gerava longas filas de espera para sua realização.

“Agora com a disponibilização destes novos aparelhos, os munícipes poderão ser atendidos nas próprias unidades de saúde, ganhando além da comodidade, maior rapidez na realização dos exames”, argumentou o vereador.

Malabim ainda destacou que está buscando mais recursos para serem investidos na Saúde Pública de São Carlos.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias