Menu
sexta, 05 de março de 2021
Política

Vereador defende manifestação com trator e caminhão na rodovia contra novo pedágio

Vereadores vão enviar moção de apelo em favor de moradores contra novo pedágio

26 Jun 2019 - 09h11Por Redação São Carlos Agora
Vereador defende manifestação com trator e caminhão na rodovia contra novo pedágio - Crédito: São Carlos Agora Crédito: São Carlos Agora

A praça de pedágio que está sendo construída no quilômetro 254 da rodovia Engenheiro Thales de Lorena Peixoto Júnior (SP-318), na região da fazenda Álamo, entre São Carlos e Ribeirão Preto, tornou-se pauta principal na sessão da Câmara desta terça-feira (25). Os vereadores recolheram assinaturas para uma moção de apelo em favor dos moradores do bairro rural são-carlense Aporá São Fernando que correm o risco de pagar pedágio.

A moção será encaminhada para o governador do Estado de São Paulo, João Dória (PSDB), e Câmara Federal, tendo em vista que os deputados são os únicos que têm o poder para decidir sobre concessão pública nos estados.

Apesar da obra ter sido anunciada em 2016 durante o Governo de Geraldo Alckmin (PSDB), os vereadores Sérgio Rocha (PSDB), Roselei Françoso (REDE) e Dimitri Sean (PDT) fizeram um discurso contra o governador do estado de São Paulo.

O vereador Roselei argumentou que não faz sentido os moradores pagarem pedágio para se deslocar dentro da própria cidade e disse que os residentes desta região da cidade já são penalizados. “Já não conseguem atendimento na área de saúde na unidade de Água Vermelha, eles têm que vir para São Carlos”, sustentou.

Já Dimitri afirmou que o governo brasileiro já arrecadou R$ 1 trilhão de imposto neste primeiro semestre, e sem corresponder à população.  “A administração é um buraco negro. O governo só quer, mas não corresponde em serviço”.

Sérgio Rocha foi mais radical e criticou a criação de uma moção de apelo. Para o vereador, tem que ser feita uma interdição na rodovia com trator, caminhão, com a presença da imprensa.

“Não adianta moção de apelo, não vai resolver, os caras (empresa) vão colocar o pedágio e acabou. Tem que ser agressivo, os agricultores têm que se unir, pegar trator, caminhão, trazer a imprensa nacional e trancar a rodovia e deixar passar ninguém. Aí o governo vai pensar duas vezes. Se precisar estou junto para fazer barulho. Podem vir polícia, exército, só assim para o governo sentir o efeito”.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias