Menu
quarta, 01 de abril de 2020
Prejuízos causados pelas enchentes

São Carlos vai a São Paulo e pede ao Governo ajuda de R$ 2,5 milhões

08 Jan 2020 - 09h21Por Redação
São Carlos vai a São Paulo e pede ao Governo ajuda de R$ 2,5 milhões - Crédito: Divulgação Crédito: Divulgação

Representantes da Câmara Municipal, da Prefeitura Municipal, do comércio (Acisc e Sincomercio) e da imprensa de São Carlos, estiveram nesta terça-feira, 7, no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo, para reivindicar R$ 2,5 milhões em obras para restaurar os estragos feitos pelas últimas fortes chuvas no município, quando duas enchentes foram registradas e que causaram ainda prejuízos para vários comerciantes. Também foi solicitado R$ 10 a R$ 15 milhões para obras na região da rotatória do Cristo.

Os representantes foram recebidos pelo Secretário de Desenvolvimento Regional do Estado, Marcos Vinholi e pelo Secretário-Chefe da Casa Militar e Coordenador da Defesa Civil do Estado, Walter Nyakas Júnior. Durante o encontro, ambos foram enfáticos ao dizer que vão enviar técnicos para avaliar os prejuízos para ajudar o município ainda esta semana.

POSSÍVEL SOLUÇÃO

O engenheiro André Fiorentino mostrou durante a reunião com as autoridades estaduais, um projeto para que seja avaliado pelo governo que seria uma possível solução para os problemas das enchentes: a abertura da vazão abaixo da linha do trem na rotatória do Cristo, piscinões antes da baixada do Mercado e no CDHU e ajuda do Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE) para que dragagens sejam feitas nos córregos que ‘cortam’ a cidade.

O advogado Netto Donato esteve presente na reunião. Ele foi um dos responsáveis por marcar a audiência com secretário e afirmou que saiu esperançoso. “Saio daqui esperançoso, pois fomos bem recebidos e o secretário disse que imediatamente mandará técnicos para avaliar os estragos e resolvermos estes problemas ocorridos pela tempestade” afirmou Netto.

Já os representantes do comércio o presidente da Acisc, José Fernando Domingues e o presidente do Sincomercio, Paulo Gullo, ficaram satisfeitos com a reunião. “Primeira vez que a sociedade se uniu. Viemos e fomos bem recebidos. O secretário disse que vai ajudar imediatamente com os engenheiros e funcionários da Defesa Civil do Estado. Saímos daqui contentes”, afirmaram os presidentes.

CONVERSA AQUECIDA

No final o presidente da Câmara Municipal de São Carlos, Lucão Fernandes, chegou a cobrar fortemente o secretário Vinholi. “Queremos sair daqui com algo palpável e o secretário apenas prometeu enviar técnicos para analisar. Nós já trouxemos análises dos nossos técnicos, ou seja: poderíamos sair daqui com uma resposta para a população e estamos saindo de mãos abanando”, afirmou Lucão.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias