Menu
domingo, 26 de setembro de 2021
Política

Roselei comemora unidade da rede na luta pelos direitos dos professores de apoio

20 Out 2017 - 20h16Por Redação
Foto: Divulgação - Foto: Divulgação -

A Câmara Municipal realizou nesta quinta-feira, 19, uma audiência pública para tratar de assuntos relacionados à regularização dos cargos de professores de apoio e substituição e projetos educacionais na rede municipal de ensino. O agendamento do evento foi solicitado pelo vereador Roselei Françoso (Rede), por meio de requerimento aprovado por unanimidade no Legislativo.

Na ocasião, professores e funcionários da Secretaria Municipal de Educação lotaram a Sala das Sessões da Câmara e a tribuna foi disponibilizada para que diversos representantes pudessem expor ideias e dialogar. Roselei destacou a participação e a união dos professores da rede municipal e parabenizou-os pela organização em prol de seus direitos.

O evento, aberto pelo presidente da Câmara, Julio Cesar (Democratas), e presidido pelo vereador Roselei Françoso contou com a participação dos secretários municipais de Educação, Orlando Mengatti Filho, e de Administração e Gestão de Pessoal, Helena do Carmo Antunes; Débora Moretti, supervisora escolar da Secretaria Municipal de Educação; Flávia Camila Gomes, representando a Comissão de Estudos sobre a Regularização dos Professores de Apoio e Substituição (CERPAS); Gilberto Rodrigues, diretor do Sindspam (Sindicato dos Servidores Públicos e Autárquicos Municipais de São Carlos e Dourado); Rafaela Marchetti, professora representante do Sindicato na CERPAS; Shirley Gava, professora de educação física (P3); e Silmara Rui, diretora pedagógica da Secretaria Municipal de Educação. O vereador Azuaite França (PPS), presidente da Comissão de Educação, Cultura, Ciência e Tecnologia da Câmara Municipal, e outros parlamentares também estiveram presentes.

REUNIÃO MINISTÉRIO PÚBLICO

O vereador afirmou que infelizmente não foi possível chegar a um consenso na audiência e que nesta segunda-feira, 23, será realizada uma reunião no Ministério Público Estadual (MPE) da qual participarão, além do parlamentar, os secretários municipais de Educação e de Administração e Gestão de Pessoal, o vereador Azuaite França e um representante dos professores.

Conforme relatou Roselei, na reunião do MPE serão tratados dois assuntos abordados em inquéritos civis: o afastamento de professores efetivos para ocuparem funções gratificadas na Educação e em outros setores da Prefeitura e, se houver tempo hábil, a regulamentação do projeto de apoio e substituição. Ele também informou que será realizada uma reunião ainda nesta sexta-feira (20) no Sindspam com representantes dos professores da rede para definir detalhes da proposta que será apresentada ao MPE.

"Eu tenho esperança que chegaremos a um acordo na reunião que acontecerá no Ministério Público. É preciso lembrar que um inquérito civil não é uma ação judicial e que a regularização dos professores de apoio e substituição é mais do que necessária", finalizou Roselei.

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias