Menu
domingo, 28 de fevereiro de 2021
Política

Respaldado por habeas corpus, Poianas fica em silêncio na CPI

22 Jun 2016 - 16h46Por Redação
Foto: Divulgação - Foto: Divulgação -

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Câmara Municipal que investiga desvios de dinheiro público e irregularidades nas contas da Prefeitura de São Carlos reuniu-se na tarde desta quarta-feira, 22, na Biblioteca Jurídica para ouvir o depoimento do secretário municipal de Fazenda afastado José Roberto Poianas. No início da reunião foi realizada leitura de habeas corpus preventivo concedido pela 2ª Vara Criminal da Comarca, que garantiu a Poianas o direito de permanecer em silêncio durante os questionamentos da comissão. O ex-secretário compareceu acompanhado de seu advogado Augusto Fauvel e reiterou os termos de declaração prestada no processo de sindicância instaurado pela Prefeitura. Estiveram presentes à reunião os demais membros da CPI, o relator Ronaldo Lopes (PT) e os vereadores Dé Alvim (SDD), Eduardo Brinquedos (PSC) e Maurício Ortega (PSDB).

As irregularidades sob investigação dizem respeito à troca de cheques realizada dentro da Prefeitura que supostamente beneficiariam particular. O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP) havia solicitado um levantamento do caixa da Prefeitura e encontrou pelo menos dez cheques sem fundo e indícios de que R$ 375 mil foram desviados dos cofres públicos. O prefeito registrou um boletim de ocorrência para denunciar o possível esquema e, paralelamente, a Prefeitura abriu uma sindicância e exonerou servidores supostamente envolvidos.

Nesta quinta-feira, 23, às 8h, na Biblioteca Jurídica, a CPI ouvirá José Sérgio Monsignati, ex-diretor financeiro da Secretaria Municipal de Fazenda.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias