Menu
quinta, 04 de março de 2021
Perigo iminente

Malabim visita Cemei no Novo Mundo e faz pedidos de urgência na área de segurança pública

02 Mar 2020 - 16h05Por Marcos Escrivani
Pais que possuem filhos no Cemei do Parque Novo Mundo estão temerosos e pedem providências - Crédito: DivulgaçãoPais que possuem filhos no Cemei do Parque Novo Mundo estão temerosos e pedem providências - Crédito: Divulgação

Preocupado com o bem-estar de alunos, pais e direção da escola, o vereador Malabim (PTB) visitou na manhã desta segunda-feira, 2, o Cemei Profa. Regina Ap. Lima Melchiades, no Parque Novo Mundo. Uma expressiva pauta de reivindicações foi feita ao parlamentar, todas voltadas para a questão de segurança pública.

“Eu fui até aquela instituição de ensino a pedido dos pais que estão desconfortáveis quanto a questão de segurança”, disse Malabim que pontuou os problemas. “São demandas urgentes”, pontuou.

Um deles é o muro da escola que, em boa parte tem apenas um metro de altura e crianças podem escalá-lo e ter acesso a um terreno baldio. “Sem contar que pessoas suspeitas podem ter acesso facilmente à escola”, disse, salientando que há locais que blocos de concreto estão se soltando. “Pode inclusive acontecer um acidente”, alertou. “É necessário que ele seja alto”.

Outro problema é com relação a falta de uma grade em frente ao Cemei. Segundo Malabim, a parte administrativa trabalha com as janelas fechadas, uma vez que qualquer pessoa pode ver o que os funcionários fazem. “Sem contar que não há qualquer alarme”, emendou.

“O Parque Novo Mundo é um bairro calmo, mas há sempre o receio quanto a segurança e vamos entrar com pedido para que tudo seja feito rapidamente”, disse o vereador. “Ali estudam crianças de 4 meses a seis anos”, esclareceu.

RECREAÇÃO

Malabim também elencou problemas que atingem as crianças até 6 anos que fazem recreação. Lá não há espaço para quadra, mas os alunos realizam atividades em um cimentado. “Durante a tarde eles sofrem com o sol ou chuva. Então há necessidade de uma cobertura”, afirmou. “Necessário ainda trocar a areia que é velha”.

AMPLIAÇÃO

Por fim Malabim disse que os pais realizaram um abaixo assinado para que o Cemei seja ampliado, uma vez que algumas fases deixaram de ter o período integral e muitas mães são obrigadas a ir até o Cidade Aracy para deixarem seus filhos. “Elas trabalham e necessitam ter a vida facilitada. Por isso vamos trabalhar para que isso ocorra também”, finalizou.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias