Menu
quinta, 28 de outubro de 2021
Política

Homem forte na Rede, são-carlense é pré-candidato a deputado federal e prega renovação no Congresso

José Gustavo Fávaro Barbosa Silva, 27 anos, é porta-voz/presidente nacional do partido e fará parceria com Roselei Françoso, pré a estadual

06 Dez 2017 - 15h17
Foto: Marcos Escrivani - Foto: Marcos Escrivani -

Os bastidores da política há menos de um ano das eleições para presidente, governo, senado, deputados federal e estadual entra em ebulição. Políticos trabalham intensamente no sentido de buscar a simpatia do eleitorado e até mesmo fazer alianças no intuito de conquistar um cargo no Executivo e/ou Legislativo.

No parlamento, São Carlos deverá ter vários candidatos. Tanto na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp), como no Congresso Federal.

A Rede, um partido fundado em 2013, terá dobradinha genuinamente são-carlense. Roselei Françoso já anunciou intenção em ser pré-candidato à Alesp. A novidade fica por conta do Congresso. José Gustavo Fávaro Barbosa da Silva, 27 anos, também são-carlense, anunciou na tarde desta quarta-feira, 6, durante entrevista ao São Carlos Agora que é pré-candidato a deputado federal.

Formado em administração pública, em 2014 foi candidato pela primeira fez aos 23 anos. Então pelo PSB. Obteve 14.474 votos em 351 cidades do Estado. Mas desde março de 2015 é porta voz/presidente ao lado de Marina Silva na Rede. O mais jovem presidente nacional de um partido político na história brasileira.

Durante uma conversa informal, Zé Gustavo prega a renovação na política. Sem vícios, não compactuar com o sistema e buscar a interação com o povo, através das redes sociais e procurar fazer uma gestão transparente, sem ilusões.

A ENTREVISTA

Durante aproximadamente uma hora, Zé Gustavo revelou detalhes sobre seu lado pessoal e como pretende atuar politicamente. Abaixo, a entrevista:

SÃO-CARLENSE?

"Sim, nasci em São Carlos. A base da minha família reside na Vila Isabel (tios(as), primos(as)). Mas meu pai (Neverton Barbosa) mora no Jardim Santa Felícia. Minha avó (Dulce), na Vila Monteiro".

MAS PRETENDE FIXAR RESIDÊNCIA EM SÃO CARLOS?

"Atualmente, todo mês estou em São Carlos. Mas a tendência é que venha com muito mais frequência. Caso eleito, terças-feiras, quartas-feiras e quintas-feiras necessariamente terei que estar em Brasília/DF. Mas tenho moradia em São Paulo também".

PORQUE SAIU?

"Sai de São Carlos em 2011 e fui me especializar em administração pública e aprender política com lideranças idôneas. Tomei gosto e sai a deputado federal. Considero que consegui uma votação expressiva e acredito no meu potencial. Tenho convicção que possuo condições de prestar bons serviços para a coletividade. Minha campanha será focada em todo o estado, mas fundamentalmente em São Carlos e região".

ANTENADO?

"Com certeza. Estou antenado com tudo o que ocorre na cidade. Inclusive pelo São Carlos Agora. Acompanho o mandato do Roselei (Françoso) e apoiei o Bragatto (Walcinyr) nas eleições do ano passado. Nunca me ausentei de minha cidade natal".

PORQUE PRÉ-CANDIDATO?

"Inicialmente porque prego a renovação política. Porque não sou aventureiro e nos últimos anos estive lado a lado adquirindo experiência com personalidades políticas que estão acima de qualquer suspeita, como Marina Silva. Uma das propostas é resgatar a esperança das pessoas em uma política feita com decência e transparência".

APROXIMAR COMO?

"Hoje a política de fato foi sequestrada. É necessário aproximar o político da população e nos colocarmos à disposição do serviço público. É fundamental estarmos mais próximo à população".

NO PRÓPRIO UMBIGO

"O político se perdeu ao longo do caminho. Nem sabe o que é ser republicano. Hoje o que vale são interesses pessoais. Ninguém pensa na população. O Brasil perdeu o seu futuro. O que será daqui 20 anos? Hoje, não temos nenhuma perspectiva e temos que reencontrar a nossa identidade".

INTERAÇÃO

"Caso seja eleito, pretendo realizar um mandato colaborativo. Um deputado tem 660 mil vozes no Estado. Então ele não é sozinho. Temos que aproveitar a atualidade e usar a tecnologia para interagir com todos os eleitores e se for necessário, pedir ajuda para tomar uma decisão importante em prol deles mesmos. Trabalho sempre com três pontos que considero fundamentais: não a corrupção, gestão pública mais eficiente e uma sociedade mais justa. Penso (e quero) um Brasil socialmente justo, economicamente próspero, uma cultura diversa, ambientalmente sustentável e por fim, democrático na essência da palavra".

EMENDAS

"Anualmente, cada deputado tem direito a R$ 15 milhões em emendas parlamentares. Mas pretendo destinar esses recursos como se fosse um orçamento participativo. Conversar com vereadores e prefeito de toda a região para destinar corretamente o dinheiro".

BENEFÍCIOS

"Acredito que, com minha pré-candidatura, mais a de Roselei Françoso (Alesp), Alexandre Zeitune (governo) e Marina Silva (presidência), São Carlos e toda a região será muito beneficiada através dos seus representantes. Estaremos próximos dos problemas locais e com comprometimento e dinâmica, buscar saná-los, através de emendas, mecanismos transparentes e seriedade nas decisões com intuito de proporcionar dignidade e qualidade de vida a toda a população".

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias