Menu
quinta, 27 de junho de 2019
Mais segurança

Engenheiro apresenta projeto alternativo para regulamentação de acesso na WL

05 Jun 2019 - 07h06Por Redação
Engenheiro apresenta projeto alternativo para regulamentação de acesso na WL - Crédito: Divulgação Crédito: Divulgação

Foi realizada na manhã desta terça-feira. 4, no Paço Municipal, mais uma reunião entre representantes do poder executivo, empresários e a Triângulo do Sol para discutir o projeto de regulamentação de um acesso usado comercialmente às margens da rodovia Washington Luis e apontado pela Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) como irregular.

No último mês de maio foi apresentado na Artesp um trabalho desenvolvido pelo engenheiro José Mário Frasnelli, contratado pelos empresários, no qual estava previsto a construção de uma marginal que vai do dispositivo da Getúlio Vargas até a Fazenda Hotel, porém a agência sugeriu uma intervenção menor neste momento.

Na reunião dessa terça-feira o engenheiro apresentou as novas alternativas dadas pela agência para a construção imediata de um novo dispositivo. “A alternativa que apresentei inicialmente foi de uma rotatória, porém 4 empresários precisariam dispor de uma faixa de terra, o que não foi aceito. A ideia dos empresários é fazer uma faixa de aceleração na altura da empresa de concreto e uma única saída na altura da Havan. Fazer uma agulha de entrada e outra de saída, porém é uma alternativa paliativa, já que a solução definitiva é a construção de uma marginal. Agora vou refazer o projeto como eles querem, encaminhar para a Triângulo do Sol analisar e encaminhar para a Artesp que é quem dá a palavra final”, explicou o engenheiro José Mário Frasnelli.

“Em virtude de alguns apontamentos do Artesp o projeto teve que ser reestudado. Vamos fazer todas as alterações e esperamos que agência tenha bom senso é aceite o novo projeto”, finalizou Diniz Amilcar Matias Fernandes, empresário.

“A ideia é trabalhar em dois momentos, primeiro resolver o problema com a construção de um novo dispositivo e paralelo a isso fazer um estudo maior para resolver a questão em toda extensão da Rodovia Washington Luis no trecho de São Carlos”, afirma Caco Colenci, secretário de Planejamento e Gestão.

A Prefeitura de São Carlos está intermediando as ações entre os empresários e a Artesp. A Agência desde 2016 está exigindo das empresas localizadas às margens da rodovia, um acesso regulamentado comercialmente.

Também participaram da reunião os secretários de Obras Públicas, Reginaldo Peronti, o chefe de gabinete da Prefeitura, José Pires Carneiro, Valdemar Zanette, procurador da Prefeitura e a engenheira da Triângulo do Sol, Ani Ster Marquioni.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias