Menu
sábado, 06 de março de 2021
Política

Comissão Processante que apura denúncias de infrações político-administrativas de Altomani ouve novas testemunhas

12 Set 2016 - 18h37Por Redação
Foto: Divulgação - Foto: Divulgação -

A Comissão Processante da Câmara Municipal que apura denúncias de infrações político-administrativas do prefeito Paulo Altomani, sujeitas à perda de mandato, segue a fase de oitivas de testemunhas e deverá ouvir nesta terça-feira, 13, os depoimentos do ex-secretário de Fazenda José Roberto Poianas (às 8h30) e do ex-chefe da Divisão de Compras da Secretaria de Fazenda Celso Batista dos Santos (10h).

Nesta segunda segunda-feira, 12, depuseram Waldemar  A. Senzi, ex superintendente da comissão fiscalizadora de auxílios e subvenções da Prefeitura, e o empresário José Luiz Motz, como testemunhas arroladas pelo denunciante.  As oitivas realizadas na sala das sessões do Legislativo foram conduzidas pelo presidente da CP, Lineu Navarro (PT), com presenças de Ditinho Matheus (PMDB) e Edson Fermiano (PSB) que integram a comissão.

Segundo Lineu, os depoentes De Senzi e Motz "nada acrescentaram, já que o primeiro está fora da Prefeitura desde abril de 2014 e o segundo não teve nenhuma relação com o fato denunciado". A Comissão decidiu encaminhar convocação para depoimento de Sérgio Monsignati, ex-diretor do Departamento de Finanças, que não havia sido arrolado como testemunha de acusação ou de defesa.

"A Comissão julga imprescindível colher seu depoimento já que  ele era um servidor diretamente responsável pela guarda dos bens contidos no cofre da Prefeitura", disse Lineu. Monsignati será convocado a depor nesta quinta-feira às 13h30.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias