Menu
sábado, 10 de abril de 2021
Furto ou roubo?

Vítima e acusada dão versões contraditórias em ocorrência policial

Jardineiro de 44 anos disse em BO que foi assaltado por duas travestis; uma foi localizada e afirmou que não teria cometido tal crime

04 Mar 2021 - 07h42Por Redação
Ocorrência ocorrida em Ibaté foi registrada no plantão policial - Crédito: Arquivo/São Carlos AgoraOcorrência ocorrida em Ibaté foi registrada no plantão policial - Crédito: Arquivo/São Carlos Agora

A Polícia Militar atendeu uma ocorrência inusitada por volta das 22h desta quarta-feira, 3, em São Carlos. A vítima garantiu que foi assaltada. Já uma travesti, acusada de tal crime, deu uma versão totalmente diferente.

Segundo apurado, um jardineiro de 44 anos acionou a Polícia Militar, na rua Icaraí, no Distrito Industrial, afirmando que estava em seu veículo na rua Santa Gertrudes e atendia o celular quando duas travestis se aproximaram e pediram dinheiro, o que foi negado.

Ambas deixaram o local e retornaram em seguida. Segundo a vítima, uma delas teria entrado no veículo e pegou a chave do contato e R$ 70, enquanto que a comparsa pegou o celular. Em seguida fugiram.

O jardineiro disse que ficou assustado, deixou o carro no local e foi até um amigo onde acionou a PM. Com as informações, saiu em diligências e localizou uma das travestis, de 23 anos. Abordada, deu sua versão.

Afirmou que estavam com o jardineiro e que sua companheira realmente entrou no carro e se apoderou do celular. Ela afirmou que teria pedido somente um lanche.

Após o furto do celular, a travesti informou que o jardineiro ofereceu R$ 50 para que ela recuperasse o aparelho. Disse que teria feito isso e retornou ao local e esperava pela vítima para ter tal recompensa.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias