Menu
quarta, 28 de outubro de 2020
Polícia

Quadrilha acusada de assaltar bispo Dom Paulo é identificada

10 Fev 2009 - 11h12Por Redação São Carlos Agora
Iniciando o dia de ações positivas, a Polícia Militar em conjunto com a DIG conseguiu identificar toda a quadrilha que no último final de semana assaltou o bispo Dom Paulo César Machado, de 63 anos. Vários objetos roubados da Cúria Diocesana foram recuperados e um jovem de 18 anos está preso preventivamente no centro de triagem, onde aguarda o desenrolar das investigações. Ele entregou os outros quatro envolvidos no crime.

A operação realizada pela policia militar, que teve no comando o tenente Nucci e Roney, além do Capitão Samir começou ainda na tarde desta segunda-feira. Após informações anônimas sobre o roubo, os PMs rumaram para a rua República do Líbano, Cruzeiro do Sul, onde mora RTG, de 18 anos. No interior do imóvel foram encontrados cheques em nome do bispo, além de R$ 272,00 em dinheiro.

Sem saída, o acusado confessou que estaria envolvido no crime e disse que ele e os outros quatro envolvidos se reuniram dois dias antes para combinar a ação. Eles sabiam que o bispo estaria participando de uma reunião na igreja Catedral. A quadrilha chegou na Cúria por volta das 20h e ficou aguardando a chegada do bispo e do seminarista.

Segundo RTG, logo após o roubo, cada participante desempenhou uma função diferente. Um menor de 17 anos ficou encarregado de desovar o Golf, preto, 2008, placas EDX 1154 – São Carlos. O veículo, segundo o acusado, foi deixado em uma mata às margens da rodovia que liga São Carlos ao Broa. Viaturas saturaram a região, mas o veículo ainda não foi localizado.

Com o endereço dos demais envolvidos, várias viaturas se espalharam pela zona sul da cidade e foram até as residências dos acusados. Na rua Cinco, do bairro Antenor Garcia, foram encontrados vídeo cassete, computador, chaveiros, DVD e vários outros objetos pertencentes à Igreja Católica.

O acusado e todo o material apreendido foram levados até a sede da Delegacia de Investigações Gerais (DIG). O bispo foi chamado e reconheceu todos os objetos.

No final da noite, o delegado Geraldo Souza Filho, um dos titulares pela delegacia solicitou à Justiça a prisão temporária de RTG e dos seus comparsas.

Já na madrugada desta terça-feira, RTG foi encaminhado ao centro de triagem, onde aguarda o pronunciamento da Polícia Civil.
comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias