Menu
sábado, 23 de janeiro de 2021
Polícia

Principal suspeito de assassinato bárbaro em São Carlos morre em Londrina

09 Nov 2011 - 10h14
Delegado Rogério Fakani Vitta, diz que a morte de Z é Maria, causa um prejuízo nas investigações sobre a morte de Marcelo Sabatini de Souza. (foto: Noticentro) - Delegado Rogério Fakani Vitta, diz que a morte de Z é Maria, causa um prejuízo nas investigações sobre a morte de Marcelo Sabatini de Souza. (foto: Noticentro) -

Morreu no início da madrugada desta terça-feira (8), em Londrina-PR, o comerciante são-carlense José Maria Rodrigues de Souza, 46. Ele  era apontado como um dos principais acusados de ter seqüestrado e assassinado em junho de 2005 o comerciante Marcelo Sabatini, 31.

Sabatini  teve os pés e mãos amarradas e foi executado friamente com 7 tiros de pistolas e teve seu corpo desovado no interior do baú de um Fiat Fiorino, em uma das ruas do Jardim Cardinalli.

Souza, conhecido como "Zé Maria"  que foi candidato a vereador em São Carlos pelo PSB, foi denunciado pelo crime de latrocínio (matar para roubar) no inquérito policial relatado pelo delegado Rogério Fakani Vitta da Delegacia Seccional de São Carlos.

Também denunciado no final de 2007, pelo Ministério Público, Zé Maria teve sua prisão preventiva decretada, mas, desapareceu. A polícia tinha informações que ele havia se mudado para o Estado do Paraná e que o mesmo teria entrado no Paraguai onde estaria morando.

Com uma doença cerebral, Souza,  também com nome falso regressou a Londrina (PR), onde teria sido internado com nome falso na Santa Casa.

Com sua morte, a polícia fica cada vez mais longe de apontar quem seria a segunda pessoa que auxiliou Zé Maria no crime e da trama que envolveu muitos comerciantes envolvidos na venda irregular de cargas.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias