Menu
sábado, 19 de setembro de 2020
Polícia

Polícia Militar intensifica ações na semana nacional do “trânsito consciente”

22 Set 2014 - 09h50
0 - 0 -

O Comandante do 38º Batalhão de Polícia Militar do Interior, tenente coronel Jean Charles Zanato, comunica que vem sendo intensificada a "Semana Nacional do Trânsito - 2014", no âmbito da Polícia Militar do Estado de São Paulo. Serão priorizadas ações educativas enfatizando a preocupação dos condutores de veículos e os pedestres, sensibilizando-os socialmente para um “Trânsito Consciente”. Que a prudência, a calma dos condutores, a não ingestão de bebidas alcoólicas, que o abuso de velocidade, a falta de cinto de segurança, o uso correto das setas e a impaciência não sejam motivos do aumento dos índices de acidentes. Dessa forma, as Companhias de Polícia Militar do 38º BPM/I, estarão desencadeando nos municípios de São Carlos, Ribeirão Bonito, Dourado, Ibaté, Descalvado, Santa Rita do Passo a Quatro e Porto ferreira, diversas atividades a fim de difundir a prática do “Trânsito Consciente”.

SEMANA NACIONAL DE TRÂNSITO

Prevista na Lei 9.503, de 23 de setembro de 1997 - Código de Trânsito Brasileiro, a Semana Nacional de Trânsito é comemorada entre os dias 18 e 25 de setembro com a finalidade de conscientizar a sociedade, com vistas à internalização de valores que contribuam para a criação de um ambiente favorável ao atendimento de seu compromisso com a "valorização da vida" focando o desenvolvimento de valores, posturas e atitudes, no sentido de garantir o direito de ir e vir dos cidadãos. Esta é a terceira vez que o CONTRAN define os pedestres como tema da SNT. No ano de 2000 o tema escolhido foi “Faixa de Pedestre, a vida pede passagem”, já em 2005 o tema foi “No Trânsito Somos Todos Pedestres”. Este ano o tema é “Trânsito Consciente”. O cidadão está sendo o foco da Semana Nacional do Trânsito 2014. Os números divulgados pelo Mapa da Violência de 2014 mostram que, em 2012, último ano com dados consolidados, 11.406 pedestres morreram em acidentes de trânsito, além de 1.930 ciclistas.

MORTES NO TRÂNSITO

A Assembléia Geral das Nações Unidas editou, em março de 2010, uma resolução definindo o período de 2011 a 2020 como a “Década de Ações para a Segurança no Trânsito”. O documento foi elaborado com base em um estudo da Organização Mundial da Saúde (OMS) que contabilizou, em 2009, cerca de 1,3 milhão de mortes por acidente de trânsito em 178 países. Aproximadamente 50 milhões de pessoas sobreviveram com seqüelas. Se nada for feito, a OMS estima que 1,9 milhão de pessoas devem morrer no trânsito em 2020 e 2,4 milhões, em 2030. Nesse período, entre 20 milhões e 50 milhões de pessoas sobreviverão aos acidentes a cada ano com traumatismos e ferimentos. A intenção da ONU com a “Década de Ação para a Segurança no Trânsito” é poupar, por meio de planos nacionais, regionais e mundial, cinco milhões de vidas até 2020.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias