Menu
quarta, 22 de setembro de 2021
Polícia

Polícia Militar comemora redução de índices criminais em São Carlos

Em pronunciamento à imprensa, Capitão Paulo Roberto Nucci enaltece os grupos de Vizinhança Solidária.

02 Jan 2018 - 17h21
Capitão da PM comemorou os resultados obtidos em 2017. - Capitão da PM comemorou os resultados obtidos em 2017. -

O trabalho desempenhado pela Polícia Militar em São Carlos, no ano de 2017, em comparação a 2016, foi positivo. Durante os doze meses do ano, a corporação teve um trabalho eficiente, e fez com que apenas um índice sofresse um pequeno aumento: o de roubo, onde ocorreu um acréscimo de 2%. Os demais sofreram quedas acentuadas.

O capitão da 1ª Cia da PM, Paulo Roberto Nucci, divulgou um detalhado balanço na tarde desta terça-feira, e em pronunciamento, destacou o trabalho dos grupos de WhatsApp da Vizinhança Solidária, que hoje atinge 25 bairros de São Carlos, e um público de aproximadamente 6 mil pessoas que estão em contato direto com a Polícia Militar.

NÚMEROS

Nucci, divulgou números detalhados do trabalho realizado pela PM em São Carlos nos últimos dois anos. O roubo (a pedestre e residências) teve um aumento de 2%, sendo 846 em 2016 e 863 em 2017.

O roubo a veículos caiu 17% no mesmo período, com 62 em 2016 e 51 em 2017. Os furtos caíram 10%, com 3531 casos em 2016 e 3167 em 2017. Os furtos de veículos teve índice negativo de 6%, com 662 queixas em 2016 contra 620 em 2017. Por fim, os homicídios também sofreram queda. Em 2016 foram registrados 27 assassinatos, contra 22 em 2017, o que contabiliza queda de 19%.

APREENSÕES EM ALTA

De acordo com relatório divulgado pelo comandante da PM, a produtividade da PM aumentou consideravelmente no comparativo dos últimos dois anos.

Em 2016, houve por parte da PM, 133 ocorrências de porte de entorpecentes, contra 141 de 2017. O tráfico, também foi combatido com determinação. Em 2016 foram 241 registros contra 305 em 2017. A apreensão de armas também aumentou: 42 em 2016 contra 47 em 2017. Os flagrantes tiveram números positivos: 534 em 2016 e 591 em 2017.

Os menores infratores, apreendidos em flagrante, foram 151 em 2016 contra 226 em 2017. Pessoas presas em flagrante, foram 628 em 2016 contra 666 em 2017. As prisões efetuadas aumentaram consideravelmente: 845 em 2016 e 1116 em 2017. Por fim, apenas a quantidade de veículos recuperados, diminuiu: 427 em 2016, contra 405 em 2017

Nucci, disse ainda, que no ano passado, foram abordadas 193.041 pessoas, além de 42.886 carros vistoriados e 36.458 motos vistoriadas.

DEZEMBRO EM QUEDA

Durante o pronunciamento, Nucci disse que, dezembro de 2017 foi um mês extremamente positivo para a PM, que conseguiu diminuir todos os índices de criminalidade. De acordo com ele, em relação a 2016, os furtos diminuíram 28%, o roubo 42%, roubo de veículos 60%, homicídio 50% e principalmente o furto de veículos, graças aos radares inteligentes e várias operações policiais, que aconteceram em vários pontos de São Carlos. "Sem contar que, quadrilhas especializadas nesse delito, foram presas e estão fora de circulação", comentou Nucci. "Quero parabenizar policiais militares e civis que foram guerreiros e se empenharam no combate a criminalidade".

VIZINHANÇA SOLIDÁRIA

Após fornecer os dados estatísticos, Nucci pontuou alguns agradecimentos. Inicialmente, a imprensa em geral, na divulgação dos fatos e no acompanhamento diário das ocorrências policiais. Agradeceu ainda, a parceria da Guarda Municipal e o departamento de fiscalização da Prefeitura Municipal. 

Mas, os agradecimentos foram, principalmente, aos grupos de vizinhança solidária. Segundo ele, hoje há 25 grupos em São Carlos que usam o WhatsApp em parceria com a PM no combate à criminalidade. "São aproximadamente 6 mil pessoas que ajudam o trabalho da Polícia Militar", disse. "Hoje, temos 100 policiais a menos, a cidade cresceu. Mas por outro lado, há uma maior integração com a Polícia Civil, com o Ministério Público e a população (através dos grupos) que se uniram com a PM. Com isso temos mais acesso às informações e isso ajuda a combater a criminalidade. Temos ciência que é impossível zerar os índices, mas podemos controlá-los e fazer com que o cidadão tenha dias mais tranquilos", analisou.

Segundo Nucci, a união entre as instituições e a população, está no caminho certo, uma vez que a luta é para reduzir os índices. "Estou imensamente satisfeito. Hoje temos 6 mil pessoas lado a lado com a PM interagindo nos grupos de WhatsApp, solicitando a presença de policiais quando vêem pessoas e/ou veículos suspeitos. Não podemos nos esquecer também que a digitalização da rede rádio (impede que pessoas estranhas copiem a frequência da PM) auxiliaram na redução das ocorrências policiais", emendou.

MAIS GRUPOS

Nucci, destacou que, mais bairros de São Carlos podem ingressar no grupo Vizinhança Solidária. "Basta que os vizinhos se unam e montem seu grupo, com pessoas idôneas. Iremos buscar informação de cada integrante do grupo quanto a sua idoneidade e honestidade. Sempre comento que em cada bairro da cidade há 98% de pessoas honestas contra 2% de infratoras. E, se houver união entre os moradores, fazer com que todos mudem o comportamento, iremos minimizar ainda mais a criminalidade", ponderou. 

ESTUDANTES

No final do pronunciamento, Nucci fez um alerta aos estudantes nesta época de férias.

"Pedimos o apoio para que eles não caminhem por locais ermos durante a madrugada com celulares e notebooks. Eles são muito visados pelos delinquentes. Aumentamos o patrulhamento nas regiões da UFSCar, pista da saúde, USP e Cidade Jardim. Mas, temos que contar com a ajuda de todos, para que o crime seja combatido com mais eficiência", finalizou Nucci.

http://media.saocarlosagora.com.br/_versions_/uploads/tabela_pmesp01_b620.jpg

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias