Menu
sexta, 26 de fevereiro de 2021
Polícia

Polícia Civil prende acusados de executar servente em Ibaté

14 Ago 2012 - 08h03
Mais um crime foi esclarecido pela equipe do delegado Gilberto de Aquino (Foto Luciano Lopes/SCA). - Mais um crime foi esclarecido pela equipe do delegado Gilberto de Aquino (Foto Luciano Lopes/SCA). -

A Polícia Civil de Ibaté prendeu nesta segunda-feira (13) três homens acusados de matar o servente Adenelson da Silva, de 30 anos, O “Dê”, no dia 1º de abril. O corpo da vítima foi encontrado em um canavial perto de uma granja.

Após meses de investigações, a equipe do delegado Gilberto de Aquino conseguiu chegar aos acusados. Ainda no velório do servente, os policiais Adegas e Mendes descobriram junto a amigos e familiares que na manhã do dia do crime Adenelson havia saído de casa acompanhado de um amigo conhecido como Roger para cobrar uma dívida de um tal de Marcelo.

Logo após o almoço, familiares ficaram sabendo que o servente havia sido encontrado morto.

Após o crime, os policiais receberam denúncias anônimas que o autor da morte seria Wilson da Silva Carvalho, 19 anos, o “Piaui”, morador no Jardim Mariana. O suspeito negou qualquer envolvimento na morte de Adenelson.

Uma testemunha que passava próximo ao local onde o servente foi encontrado morto, disse que viu o momento em que Adenelson estava cercado por cerca de cinco pessoas e que tentava escapar. Ele viu também o momento do disparo, que acertou as costas da vítima.

A testemunha reconheceu através de fotos Wilson e também Marcelo Soares, conhecido como “Gão”, de 38 anos.

Adenelson foi encontrado morto na tarde do dia 1º de abril em um canavial. (foto: Luciano Lopes/SCA)Os policiais também prenderam Roger Nunes da Silva, de 20 anos, que foi visto por pessoas ao lado da vítima horas antes do crime. Ele quem teria atraído Adenelson até os seus assassinos.

Com os relatos das testemunhas e as provas colhidas no dia do crime, o delegado Gilberto de Aquino solicitou a prisão preventiva dos acusados. Todos estão presos no Centro de Triagem de São Carlos.

Os policiais esperaram agora identificar os outros dois acusados que foram vistos no canavial.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias