Menu
quarta, 27 de maio de 2020
Polícia

Polícia Civil indicia serralheiro que roubou e tentou matar padrasto no São Carlos VIII

25 Ago 2014 - 16h33
Dotta e Silva esclareceu mais um crime na área do 1º DP. - Dotta e Silva esclareceu mais um crime na área do 1º DP. -

Na manhã desta segunda-feira (25) o delegado Maurício Antônio Dotta e Silva do 1º Distrito Policial concluiu parte das investigações sobre o roubo qualificado em que foi vítima um aposentado de 55 anos. Na tarde da última sexta-feira (22) ele foi covardemente espancado pelo enteado de 28 anos que roubou um televisor e o vendeu para adquirir comida e principalmente o “crack”, droga em que é viciado. Ouvido pela reportagem o suspeito disse que está arrependido e sabe que poderá pagar com a vida, pois além de parentes do padrasto, traficantes e pessoas do bairro que teriam participado da compra do televisor já teriam jurado o mesmo de morte.

CRIME

O São Carlos Agora noticiou com exclusividade o caso. Enfermeiros do SAMU foram alertados que um homem estaria caído e sangrando muito no interior de sua residência, localizada na rua Luiz Luchesi Filho, no São Carlos VIII, para onde também seguiu uma equipe e policiais militares que ao adentrarem na casa encontraram o aposentado caído ao lado de um tanque para lavar roupas em meio a uma poça de sangue. Ele tinha um ferimento grave na face provocado por um pedaço de caibro. Sem condições de falar o aposentado com traumatismo craniano foi socorrido pelo SAMU e encaminhado à Santa Casa de Misericórdia, onde foi medicado e permaneceu internado. Em face do crime o delegado registrou o caso como “latrocínio” tentado em decorrência do enteado ter aplicado golpes com porrete no padrasto para roubar o televisor da casa que lhe renderia dinheiro para comprar drogas.

INVESTIGAÇÕES 

Sabendo que o 1º Distrito Policial já estaria investigando o caso e que pessoas do bairro já estariam o jurando de morte, o acusado ainda durante o final de semana procurou policiais do Plantão da Polícia Civil e como já estaria fora do flagrante e dizendo que gostaria de se entregar foi orientado a seguir pela manhã desta segunda-feira ao 1º Distrito Policial em vila Nery.

CONFISSÃO 

http://media.saocarlosagora.com.br/_versions_/uploads/acusadopaienteado2_s300.jpgPor volta das 8h30, o rapaz se apresentou ao delegado Maurício Dotta, dizendo que estaria arrependido do crime e confessou que agrediu o padrasto e após golpeá-lo roubou o televisor. Ele levou os investigadores para um bar da região leste de São Carlos, onde o aparelho da marca SONY foi apreendido. O comerciante negou ter comprado o televisor que ficou em seu bar.

Segundo ele, o aparelho foi adquirido por um tal de Alemão por R$ 200,00. cujo dinheiro foi usado pelo enteado para comprar  droga e comida. Ao observar o televisor, familiares disseram ter dúvidas que aquele televisor seria o mesmo roubado da casa do aposentado, porém o delegado resolveu apreender o aparelho para esclarecer o crime.

PREVENTIVA

Após ouvir testemunhas e pessoas que tiveram contatos com o acusado, o delegado Maurício Dotta já na tarde desta segunda representou junto ao Ministério Público e Poder Judiciário pela prisão preventiva do serralheiro que deverá ser encaminhado para Centro de Triagem (CT) onde aguardará as conclusões das investigações e o pronunciamento da Justiça Criminal. O aposentado continua recebendo tratamento especializado e assim que estiver liberado deverá ser ouvido no inquérito policial.

 

 

 

 

Áudio: Acusado diz que está jurado de morte no São Carlos VIII por espancar e roubar o padrasto. Entrevista Pedro Maciel

Aúdio: Delegado Maurício Dotta informou que o serralheiro confessou o crime e deu detalhes sobre a venda da TV roubada do padrasto. Entrevista Pedro Maciel

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias