Menu
domingo, 20 de setembro de 2020
Polícia

PM de Araraquara liberta tapeceiro seqüestrado em São Carlos e mata bandido

07 Abr 2009 - 09h22Por Redação São Carlos Agora
Atualizada às 10h34

Uma ocorrência bastante conturbada terminou com um refém libertado, uma quadrilha acusada de roubo e cárcere privado presa, apreensão de armas e um dos criminosos morto no confronto a tiros. O assalto começou quando três homens armados e uma mulher renderam o tapeceiro Edson de Oliveira, de 61 anos, na Vila Nery, em São Carlos, por volta das 16 horas de ontem, quando ele moldava o tapete de uma caminhonete Hillux, de um empresário da cidade.

“Eles me colocaram no banco de trás, mandaram-me ficar quieto e não olhar nada”, diz o tapeceiro que foi trazido até um canavial próximo a Rodovia Nelson Barbieri, estrada que liga Araraquara a Gavião Peixoto. O dono da caminhonete, um empresário que pediu para ter o nome preservado, foi quem descobriu o roubo ao ser avisado por testemunhas. Ele chamou a polícia que acionou o sistema de GPS. Com base nas informações policiais da Força Tática de Araraquara fizeram o cerco.

O tapeceiro ficou no cativeiro e os moradores de Araraquara, Rogério Ferreira Marini., 31, e Marilei Cristina de Souza., 32, pegaram a caminhonete. A informação é que eles iriam para São Paulo. Houve perseguição até que a dupla fosse detida na estrada de Gavião. Com base em informações, os policiais encontraram o cativeiro. Era um pequeno cômodo sem estrutura. De acordo com a PM, ao chegar ao local, Carlos Augusto Dias., 25, e um comparsa, que, até o fechamento desta edição, não havia sido identificado, fugiram pelo meio do canavial.

Houve troca de tiros. O homem não identificado foi baleado e morreu. A PM não informou onde ele foi atingido. “Eu fiquei muito assustado e só ouvi os tiros. Só lembro de um policial me achar e eu gritei que era a vítima”, diz o tapeceiro. O local, segundo os policiais, teria sido usado sem autorização pelos criminosos. Dois revólveres calibre 38 foram apreendidos. A rua em frente ao Plantão Policial foi interditada na madrugada.

Cláudio Dias/Tribuna Impressa
comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias