Menu
segunda, 01 de março de 2021
Polícia

Operação Divisa: prisões e apreensão de droga no 1º dia

20 Nov 2012 - 21h58

Mais uma medida de combate ao crime no Estado de São Paulo começou ontem (19), com a Operação Divisa. Noventa e seis policiais militares rodoviários, em trinta e nove viaturas, dois agentes e um delegado da Polícia Federal fizeram bloqueios em cinco pontos de estradas paulistas para impedir a entrada de armas e drogas em São Paulo.

Somente no primeiro dia da operação, que não tem data prevista para terminar, duas pessoas foram presas em flagrante, um foragido da Justiça foi capturado, mais de 10 quilos de maconha foram apreendidos, 253 veículos vistoriados e 423 pessoas abordadas.

Drogas e captura

Um dos objetivos da ação é a apreensão de entorpecentes. Pouco antes da uma hora desta terça-feira (20), policiais da 2ª Companhia do 2º Batalhão de Polícia Militar Rodoviária abordaram um ônibus de viagem Mercedes-Benz Paradiso branco, no km 648 da Rodovia Raposo Tavares, na altura do município de Presidente Epitácio, no interior de São Paulo.

Durante revista, os policiais encontraram 10,457 quilos de maconha, que estavam em duas bolsas no bagageiro externo do veículo. As malas pertenciam um casal – D.N.S., auxiliar de serviços gerais, de 30 anos, e J.B.L.C., montador, de 38 – que veio do Mato Grosso do Sul com destino a Presidente Prudente.

Também na rodovia, por volta das 2 horas, um foragido da Justiça foi capturado. O motorista R.C.A.F., de 35 anos, dirigia um GM Prisma quando foi parado pelos policiais militares. Durante pesquisa, os PMs descobriram que ele era procurado por homicídio doloso, cometido no Guarujá, litoral de São Paulo, e tinha uma pena de seis anos a cumprir.

A Polícia Civil, que também reforçou o efetivo para a operação, recebeu as ocorrências na Delegacia de Presidente Epitácio. Os três foram presos e encaminhados ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de Caiuá. A maconha foi apreendida e encaminhada à perícia.

A Operação

A Operação Divisa intensifica o policiamento nas divisas terrestres, aéreas e marítimas para impedir a entrada de armas e drogas em São Paulo.

Assim como a transferência de presos para penitenciárias federais, a Operação faz parte do acordo de cooperação firmado, na segunda-feira (12), entre os governos Estadual e Federal. Além do reforço do policiamento nas divisas, a ação visa a troca de informações de inteligência entre os órgãos integrados.

A Polícia Militar montou cinco bloqueios com equipes de fiscalização em suas áreas de competência. A Civil reforçou os plantões das delegacias mais próximas às barreiras esquematizadas pela PM, e, poderá ainda destinar efetivo para os trabalhos de polícia judiciária no próprio local das blitz. 

Assessoria de Imprensa da Secretaria da Segurança Pública

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias