Menu
quinta, 12 de dezembro de 2019
Polícia

"Mayckon Booker" será sepultado na manhã desta terça-feira; polícia acredita em homicídio

05 Nov 2018 - 17h06Por Redação São Carlos Agora
"Mayckon Booker" será sepultado na manhã desta terça-feira; polícia acredita em homicídio - Crédito: Redes Sociais Crédito: Redes Sociais

O corpo do fotógrafo e professor de dança Anderson Almeida Delfino, de 33 anos, conhecido como Mayckon Booker, será sepultado às 8h45 desta terça-feira (6) no cemitério Nossa Senhora do Carmo. Ele deixa os pais e irmãos.

Mayckon foi encontrado morto no começo da manhã desta segunda-feira (5) no local que morava e mantinha um estúdio, na avenida Grécia, na frente da UPA.

O São Carlos Agora acompanhou com exclusividade a ocorrência e apurou que um vizinho chegou para trabalhar e encontrou marcas de sangue e visualizou o corpo. Os peritos encontraram três perfurações no corpo provocadas por um objeto cortante que atingiram o coração, braço e costas.

A polícia acredita em homicídio, pois as manchas de sangue estavam espalhadas pelo imóvel, o que sugere que tenha ocorrido uma luta entre o assassino e a vítima.

Os policiais do 2º Distrito Policial e da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) estão investigando o caso.

Nas redes sociais amigos lamentaram a morte do fotógrafo e dançarino que era bastante conhecido na cidade.

Ensinava dança nas regiões periféricas

Mayckon ensinava dança de graça a centenas de pessoas em várias partes de São Carlos. (foto arquivo SCA)

Mayckon Booker dava aulas gratuitas de segunda-feira a sábado em bairros da periferia. O projeto 'Party Dance' proporcionou o aprendizado gratuito da dança a aproximadamente 1,5 mil pessoas com idades entre 5 e 80 anos.

Última postagem

Em sua última postagem no Facebook, às 22h deste domingo, Mayckon publicou um vídeo com o seguinte título: “Então Não Desonre O Meu Nome.... Não Espere Eu Ir Embora Pra Perceber...”.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias