Menu
sexta, 27 de novembro de 2020
Polícia

Jovem simulou o próprio sequestro para chamar atenção da família

06 Out 2009 - 19h14Por Redação São Carlos Agora
0 - 0 -
Jovem é fotografado no plantão policial no dia em que simulou o próprio sequestro.A Delegacia de Investigações Gerais (DIG) esclareceu nesta terça-feira (6) um falso sequestro arquitetado por um jovem morador na cidade de Dourado. Ele bolou todo o plano, pois queria chamar a atenção da família, já que sofre de depressão. Tudo veio à tona quando os policiais foram até uma loja em Ribeirão Bonito e constataram através das filmagens do circuito interno de segurança que o rapaz esteve no local no dia do crime para comprar correntes e cadeados que ele próprio utilizou para se prender no porta-malas. Daí em diante, os investigadores descobriram a farsa do jovem douradense, que deverá responder pelo crime de falsa comunicação de crime.

Investigações

Logo após o rapaz ter prestado depoimento no plantão policial de São Carlos, os policiais civis começaram a investigar o suposto sequestro. Alguns pontos chamaram a atenção da equipe de investigadores. Entre eles, o que levou o jovem a enviar uma mensagem para um amigo avisando que havia sido sequestrado e não para a família. Porque no porta-malas do veículo foram encontradas algumas garrafas com água e principalmente o fato das correntes e cadeados serem novos.

A partir daí os investigadores começaram a desvendar o caso e na manhã de hoje estiveram na cidade de Ribeirão Bonito, onde foram até uma cooperativa e ficaram sabendo que no dia do crime o rapaz havia estado no local e adquirido duas correntes e dois cadeados, inclusive a compra foi gravada pelo circuito interno de TV. Nas imagens ele aparece com a mesma camiseta que usava quando foi encontrado pela Polícia Militar no porta-malas do seu Palio Wekend.

Confissão

Ao perceber que todo o seu plano havia ido por água abaixo, o jovem confessou que armou tudo, pois está passando por tratamento de depressão e queria chamar a atenção dos familiares. Ele deu detalhes de como planejou tudo.

No início da tarde do dia 23 de setembro, ele apanhou o seu Palio Wekend, placas de Dourado e disse que viria até São Carlos comprar roupas. Antes ele passou na cidade de Ribeirão Bonito onde adquiriu as correntes e sacou cerca de R$ 2.100,00 da conta da mãe e logo em seguida depositou uma parte do dinheiro em sua conta. Na sequencia ele seguiu para São Carlos, onde próximo ao bairro Cidade Aracy teria sido abordado por quatro homens em duas motos e obrigado a encostar o veículo. Segundo ele, os bandidos teriam levado parte do dinheiro e deixado o restante e um notebook para trás. Em seguida, ele foi trancado no porta-malas, de onde conseguiu avisar o amigo sobre o sequesto através de uma mensagem enviada via telefone celular.

Na ocasião a Polícia Militar foi mobilizada e no início da noite encaminhou o rapaz até o plantão policial. Na ocasião, as circunstâncias narradas pelo jovem despertaram suspeita aos profissionais da imprensa e a própria Polícia.

Falsa comunicação de crime

O rapaz foi trazido no início da tarde desta terça-feira (6) e foi indiciado por falsa comunicação de crime. Se condenado, ele pode cumprir pena de até um ano e seis meses em regime fechado. Após ser ouvido, ele foi liberado.

Participaram das investigações, toda a equipe de investigadores da DIG, chefiada pelo delegado Geraldo Souza Filho e Denise Gobbi Szakal.
comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias