Menu
domingo, 01 de agosto de 2021
Polícia

Internos promovem tumulto na Fundação Casa

18 Set 2011 - 16h48
Fundação Casa foi inaugurada em março de 2010.  Rebelião de ontem teria sido a primeira registrada no local. - Fundação Casa foi inaugurada em março de 2010. Rebelião de ontem teria sido a primeira registrada no local. -

Internos da Fundação Casa (antiga Febem) de São Carlos se rebelaram durante a noite deste sábado (17). A informação foi passada com exclusividade à redação do SCA por um agente de segurança que trabalha na unidade e que não quis revelar a sua identidade. Segundo ele, os adolescentes causaram vários danos no interior do prédio.

Ainda de acordo com a fonte, a rebelião começou por volta das 19h. Internos estariam descontentes com as condições de alimentação e instalações e também por causa da possível superlotação. Segundo o funcionário, o local tem capacidade para 56 internos, mas abriga um número maior, que ele não soube informar.

No momento do tumulto apenas sete funcionários estavam na unidade. Os adolescentes tomaram parte do prédio e começaram a quebrar vários objetos. A intenção deles, segundo o agente era promover uma fuga em massa, conhecida como “cavalo doido”.

O agente relatou ainda que internos de unidades de Campinas e São Paulo foram transferidos para São Carlos e seriam os mentores do tumulto. “Isso daqui é um barril de pólvora que pode explodir a qualquer momento”, disse o funcionário.

Agentes que estavam de folga foram convocados para tentar reestabelecer a ordem no prédio da fundação. Eles evitaram o pior, mas mesmo assim precisaram do apoio do Grupo de Intervenção da Fundação Casa de Ribeirão Preto.

O reforço chegou somente por volta das 0h e a situação no local só foi controlada às 4h, quando os internos retornaram para os seus quartos. De acordo com o agente, um deles ficou ferido e precisou ser medicado na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Vila Prado. Segundo ele, não houve confronto entre os adolescentes ou com os agentes e que os ferimentos foram causados durante a depredação.

Uma equipe do setor operacional da fundação deve fazer uma visita na unidade de São Carlos nesta segunda-feira (19) para avaliar os estragos e providenciar os reparos.

A reportagem entrou em contato por telefone com fundação, mas os funcionários não confirmaram e nem desmentiram a informação sobre a rebelião. Tentamos também contato com a assessoria de imprensa da fundação em São Paulo, mas sem sucesso.

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias