Menu
sexta, 30 de outubro de 2020
Júri popular

Ex-PM acusado de tentar matar empresário é condenado a 10 anos de prisão

17 Mai 2018 - 08h51Por Redação
Ex-PM acusado de tentar matar empresário é condenado a 10 anos de prisão -

Acusado de planejar e executar uma emboscada contra o empresário José Novaes Júnior, o ex-policial militar Cláudio Marcelo dos Santos foi condenado a 10 anos e 4 meses de reclusão. A decisão aconteceu após júri popular iniciado na terça-feira, 15 e encerrado, após aproximadamente 15h, na madrugada desta quarta-feira, 16.

Em novembro de 2016, outros dois acusados de participarem do crime também foram condenados. Anderson Pereira dos Santos, acusado de efetuar os disparos, teve uma pena de 18 anos de detenção e posteriormente, após colaborar durante o processo de julgamento, a prisão foi reduzida a 10 anos. Uedson Rodrigues de Souza, inicialmente condenado a cumprir 14 anos, teve pena reduzida para 8 anos.

A ex-mulher de Novaes que também teria envolvimento no crime também deverá ser indiciada, mas se encontra fora do pais desde quando aconteceram os fatos.

José Júnior Novaes foi vítima de uma emboscada e foi atingido por nove tiros

A EMBOSCADA

Novaes Júnior foi emboscado quando saia de sua empresa, localizada na rodovia Engenheiro Thales de Lorena Peixoto Júnior (SP-318). Ao seu lado estavam mulher e filha.

O empresário e sua família foi pega de surpresa por uma dupla que disparou 13 vezes, dos quais nove tiros atingiram a vítima nove vezes no peito, barriga e pescoço. A esposa, ao ver o marido ferido, assumiu o volante e procurou socorro.

Desesperada, levou Novaes a base do Samu e posteriormente encaminhado a Santa Casa e passou por procedimento cirúrgico de urgência. Mãe e filha não sofreram ferimentos.

 

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias