Menu
sexta, 30 de outubro de 2020
Polícia

DIG tenta localizar acusado de matar a jovem Letícia Sobral

25 Set 2020 - 09h51Por Redação São Carlos Agora
Yago Donizeti Nogueira está foragido - Crédito: DivulgaçãoYago Donizeti Nogueira está foragido - Crédito: Divulgação

A Delegacia de Investigações Gerais (DIG) tenta localizar o jovem Yago Donizeti Nogueira, de 28 anos, principal suspeito de ter assassinado a jovem Letícia Bernardo Sobral, na madrugada do último dia 11, no Parque Delta.

Em entrevista ao programa Maciel, O repórter, o delegado Gilberto de Aquino, contou novidades sobre as investigações. Segundo Aquino, o próprio Yago procurou os familiares de Letícia e deu uma versão, que segundo ele, não condiz com a realidade. "Após matar a vítima, ele foi comunicar os familiares que teria encontrado ela morta. A versão que ele deu foi mal feita", disse o delegado.

O delegado também afirma que Yago e Letícia tiveram um relacionamento anterior. "A gente acredita que ela não estava querendo [ficar com ele], queria apenas conversar com ele. Nós vimos em alguns diálogos trocados entre ele e ela. O que dá para entender é que ela não queria manter o relacionamento com ele. Apenas estavam conversando. Talvez ela não quisesse passar a noite com ele naquele dia. As vezes a recusa, por ciúme...provavelmente por isso ele acabou matando ela. Esse crime foi meio [sic] que passional e eu entendo que é um femincídio, que ele matou porque ela não quis manter um relacionamento com ele", concluiu Aquino.

Aquino disse ainda que entende que há duas qualificadoras para o crime. O meio usado impediu a defesa da vítima e pelo fato dela ser mulher. A pena para o feminicídio pode chegar a 30 anos.

A equipe da DIG já esteve em locais onde Yago poderia estar, mas até o momento ele não foi localizado.

Quem tiver informações sobre o paradeiro do rapaz pode entrar em contato com o Whatsapp da DIG, pelo número (16) 3374-1984.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias