Menu
domingo, 17 de outubro de 2021
Polícia

DIG prende autor e esclarece homicídio no CDHU

25 Out 2017 - 17h35
Delegado Gilberto de Aquino da DIG. (foto Milton Rogério) - Delegado Gilberto de Aquino da DIG. (foto Milton Rogério) -

A Delegacia de Investigações Gerais (DIG) esclareceu mais um homicídio ocorrido em São Carlos. O crime aconteceu na manhã da última quinta-feira (19), no condomínio 6, no CDHU da Vila Isabel.

Segundo o delegado Gilberto de Aquino, a versão apresentada por uma testemunha no dia do crime é fantasiosa. Segundo apurou os investigadores, o autor dos disparos não chegou em uma moto com ela havia informado à imprensa. Na verdade o assassino já estava no local do crime.

Aquino informou que Luciano Aparecido Otolora Gregio, de 39 anos, era viciado em drogas e foi até o local para adquirir entorpecentes, porém não tinha dinheiro. Neste momento houve uma discussão com algumas pessoas que ali estavam e Luciano disse que iria buscar o dinheiro.Arma que foi usada para matar Luciano. (foto Milton Rogério)

A vítima foi até a padaria da família onde também residia e logo depois retornou ao CDHU.

Segundo o autor dos disparos, Weverton de Jesus Oliveira Santos, de 19 anos, Luciano voltou alterado e teria tentado agredir seu amigo conhecido como "Morcego" com um capacete. Foi neste momento em que efetuou o primeiro disparo e novamente a vítima teria partido para cima com o capacete, onde realizou mais cinco tiros. Neste instante Luciano tombou morto.

Na carteira da vítima os policiais encontraram R$ 50, dinheiro esse, segundo o delegado, seria utilizado para comprar entorpecentes.

De acordo com Aquino, Weverton reside no bairro Arnon de Mello, porém estaria dormindo em um apartamento no CDHU por causa de uma desavença familiar.

Sobre o revólver calibre 38 com capacidade para seis tiros, Weverton informou que a arma foi trocada por um videogame e era de um primo.

O delegado acredita que o revólver, que está com a numeração raspada, pertence a uma empresa de segurança e tenha sido furtado.

Após ser ouvido na presença do seu advogado, Weverton teve a prisão temporária decretada e foi encaminhado ao Centro de Triagem local.

Luciano foi assassinado a tiros no condomínio 6, no CDHU.

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias