domingo, 23 de janeiro de 2022
Combate à criminalidade

DIG esclarece roubo em posto de combustíveis na SP-310

Um servente de pedreiro e um adolescente teriam participado do crime na região do Jardim Jockey Club

01 Dez 2021 - 17h20Por Redação
Servente de pedreiro, teria confessado a participação no roubo da arma do vigilante - Crédito: DivulgaçãoServente de pedreiro, teria confessado a participação no roubo da arma do vigilante - Crédito: Divulgação

Policiais civis da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), prenderam na tarde desta terça-feira, 30, na região norte de São Carlos, um servente de pedreiro e um estudante que teriam participado em setembro de um assalto contra um posto de combustíveis na região do Jardim Jockey Club, onde um vigilante teve sua arma de fogo roubada durante o crime.

Assim que assumiu os trabalhos na DIG, o delegado João Fernando Baptista reuniu seus investigadores e escrivães para tentar esclarecer o mais rápido possível alguns crimes cujas autorias estariam indefinidas e após os levantamentos os investigadores comunicaram o titular da DIG que um servente de 31 anos e um adolescente de 17 anos, teriam participação no assalto ocorrido por volta da 1h da madrugada do dia 17 de setembro deste ano, onde um vigilante que presta serviços  uma empresa terceirizada, realizava rondas pelo pátio de um posto de combustíveis, localizado no quilômetro 236 da rodovia Washington Luís (SP-310), na entrada do Jockey Club, foi tomado de assalto pelo adolescente, o qual reagiu ao assalto com a arma da empresa e neste instante foi agredido pelo servente de pedreiro, C.A.G., 31 anos, que acompanhava o menor infrator no crime e com um pedaço de madeira, golpeou a vítima que foi desarmada e ambos abortaram o roubo contra o posto e fugiu levando a arma de fogo do vigilante, um revólver, calibre 38.

PRISÃO TEMPÓRÁRIA

O vigilante pediu apoio de outras equipes e a Polícia Militar que encaminhou viaturas para aquela região, porém naquela madrugada os ladrões não foram identificados e presos.

Após receber um relatório de seus investigadores com apontamento dos autores do crime, o delegado na semana passada representou junto a Justiça Criminal pela prisão temporária do servente de pedreiro e da custódia do adolescente para o NAI, a fim da DIG esclarecer o caso e ainda no final da tarde de terça-feira, ao ser preso através de um mandado de prisão temporária, o servente de pedreiro C.A.G., 31, acabou confessando a participação no roubo da arma do vigilante do posto de combustíveis, porém alegou que não teria como entrega-la, pois, não saberia informar o seu paradeiro.

O adolescente deverá ser ouvido pelo titular da DIG na presença de um curador para que ele de sua versão sobre o fato. O delegado João Fernando Baptista informou que o caso já está esclarecido e que a DIG busca agora recuperar a arma que pertence a uma empresa de vigilância.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Últimas Notícias