Menu
domingo, 19 de setembro de 2021
Polícia

DIG esclarece golpe do Sem Parar e prende jovem com mais de R$ 2 mil falsos

10 Nov 2010 - 18h47
0 - 0 -

A Delegacia de Investigações Gerais (DIG) prendeu na tarde desta quarta-feira (10) o jovem Clayton Godoi, de 27 anos. Em sua casa, na rua Pernambuco, Jardim Pacaembu, os policiais encontraram mais de R$ 2.000,00 em notas falsas e tags do Sem Parar adulterados (equipamentos utilizados em veículos para passagem em pedágios) que ele vendia através da internet.

Segundo a delegada Denise Gobbi Szakal, o trabalho de investigação começou há cerca de 60 dias. Segundo ela, após um dos investigadores ter encontrado o anúncio de Godoi em um site da cidade, o qual ele vendia o tag por R$ 50,00, com validade para dois meses.

Para adquirir os equipamentos, ele usava documentos de terceiros que ele conseguia na própria internet.

Quem comprava o produto ficava isento do pagamento de pedágios e dos encargos da operadora. Um dos policiais chegou a simular a compra de um aparelho pelo telefone.

Nesta tarde a equipe da delegada Denise resolveu agir e encontrou Godoi deixando a sua residência. Em revista ao imóvel, os policiais encontraram 11 tags e R$ 2.200,00 em notas falsas, que o acusado alega ter comprado no sistema 5 x 1 na capital paulista.

Além deste material, os investigadores também apreenderam várias máquinas de cartões de crédito, as quais a Polícia só vai descobrir a finalidade após a realização da perícia.

Godoi que é formado em Ciências da Computação, foi autuado em flagrante pelo crime de moeda falsa e será indiciado também pelo crime de estelionato.

Quanto ao prejuízo sofrido pelas operadoras do sistema Sem Parar, a delegada disse que a empresa ainda não fez o cálculo e na próxima semana deverá enviar as valores. O acusado está preso no Centro de Triagem.

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias