Menu
segunda, 25 de outubro de 2021
Polícia

Defesa entra com pedido de habeas corpus para "princesinha do crime"

24 Nov 2017 - 13h40
Foto Reprodução/Facebook - Foto Reprodução/Facebook -

Os advogados de Maria Angélica Macedo da Silva, de 25 anos, protocolaram nesta sexta-feira (24) um pedido de soltura.

Saiba mais

Polícia prende jovem de classe média alta acusada de cometer furtos e roubos em São Carlos

Após audiência de custódia, juiz mantém presa a "princesinha do crime"

Maria Angélica ficou conhecida como "princesinha do crime" por ser acusada de comandar furtos a residências em São Carlos. Ela foi presa por policiais civis na noite do último dia 13 suspeita de tentar praticar furto na casa de um dentista, na rua Campos Sales, no Centro. Luzia Helena Sanchez e Luiz Angelo Cerri Neto são os advogados que defendem a jovem. Luzia já defendeu Suzane von Richthofen, que assassinou os pais em 2002, juntamente com os irmãos Cravinhos. 

Luzia Helena disse ao São Carlos Agora que o pedido de habeas corpus deve ser julgado até a próxima quarta-feira (29). Ela entende que para o crime que sua cliente está sendo acusada (furto), a pena é de 2 a 8 anos e multa, porém no caso de Maria Angelica, trata-se de uma tentativa de furto, e portanto, haverá redução de 1/3 a 2/3 em caso de uma possível condenação.

Ainda segundo ela, com a redução obrigatória da pena, em eventual e improvável condenação, o código penal é categórico ao estabelecer que a pena nestes casos deve ser cumprida em regime aberto ou semi aberto.

Maria Angelica está presa no Centro de Detenção Provisório (CDP) de Pirajuí, na região de Bauru. No dia da prisão ela mentiu à polícia ao informar que teria formação em nível superior em educação física.

Caso a Justiça aceite o pedido da defesa, ela pode ser solta ainda na próxima semana.

 

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias