Menu
sábado, 15 de maio de 2021
Polícia

Cinco policiais estariam ameaçados de morte em Araraquara, segundo denúncia

16 Out 2012 - 11h18

A Polícia Civil obteve uma denúncia de que cinco policiais militares estão sendo ameaçados de morte em Araraquara e que elas seriam encomendadas por facção criminosa que age dentro dos presídios do Estado de São Paulo.

Em entrevista a uma TV local, um policial militar de Araraquara, que preferiu não se identificar, afirmou que o clima entre os policiais é de medo e revolta. "É de medo e revolta. Medo porque nós estamos que nem ovelhas no pasto e o dono do pasto está de costas viradas para nós e deixando lugares para que o lobo possa entrar e nos pegar", afirmou ele.

No último domingo (14) o Fantástico (programa transmitido pela Rede Globo) revelou que escutas mostraram que de dentro dos presídios os criminosos planejam a morte de policiais da região. Falando em códigos eles se comunicam e repassam o que acontece fora dos presídios.

"Você sabe se o pessoal de Araraquara, o irmão lá, alugou a casa?"
"Não."

Segundo policiais federais, promotores e policiais civis, "alugar casa", na linguagem usada pelos criminosos, significa matar um policial.

Crime anunciado

Segundo o policial, as mortes do policial Marco Aurélio de Santi, de 43 anos, assassinado em São Carlos com seis tiros e do sargento Adriano Simões, de 36 anos, morto com 17 tiros em Araraquara, já era de conhecimento, mas ninguém foi avisado.

"Já sabiam que alguém seria executado, só que ninguém tomou nenhuma providência. Isso é comum. Nós temos casos de policiais que estão na lista para serem mortos que estão sendo escoltados por colegas, mas só estão sabendo porque a Polícia Civil acabou avisando", afirmou ele.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias