Menu
terça, 20 de abril de 2021
Usando BMW

Dentista e dançarina de São Carlos são acusados de tentar assaltar jovens no Guarujá

16 Set 2018 - 13h56Por Redação
Modelo de carro semelhante ao usado pelo casal - Crédito: DivulgaçãoModelo de carro semelhante ao usado pelo casal - Crédito: Divulgação

O dentista J.R.T.P.J., de 40 anos, e a sua namorada, a dançarina G.O.S., de 21, ambos moradores em São Carlos, foram presos na tarde do dia 5 deste mês no Guarujá, na baixada santista, acusados de tentar assaltar dois jovens.

De acordo com o boletim de ocorrência, policiais militares foram parados pelas vítimas na praia da Enseada por dois rapazes os quais disseram que haviam sido vítimas de tentativa de roubo por parte do casal que ocupava uma BMW 335I, preta, com placas de São Carlos.

 O motorista do carro importado teria apontado uma arma e exigiu que as vítimas entregassem os telefones celulares, sendo auxiliado pela companheira que estava no banco do passageiro.

Diante da negativa, as vítimas sairam correndo sendo perseguidas pelo motorista do carro até serem alançadas. Neste momento um dos jovens entregou o aparelho que foi devolvido logo depois pelo casal.

Com a descrição física dos acusados os policiais passaram a realizar diligências pela região e a BMW acabou sendo localizada perto de uma praça, sendo que o casal disse não ser o proprietário do carro.

Dentro do veículo os policiais localizaram um revólver Taurus calibre 32 com cinco munições intactas e uma deflagrada, havendo mais três munições integras separadas.

O casal foi levado até a delegacia de Guarujá, onde foi reconhecido pelas vítimas de 21 e 24 anos com os autores da tentativa de roubo dos celulares.

Neste momento os acusados passaram a promover desordem na delegacia, ficando a mulher apenas com as roupas de banho. Ambos tiveram que ser contidos e algemados.

A dançarina ainda tentou enganar os policiais informando o nome de "Magali", mas logo sua verdadeira identidade foi descoberta. Ela forneceu um endereço residencial no Azulville e ele seria morador no Parque Sabará.

Duas meninas de 4 e 6 anos que estavam no carro e teriam presenciado a tentativa de assalto são filhas do dentista. Elas foram amparadas por conselheiras tutelares e depois encaminhadas aos cuidados de parentes.

CARTEIRA DOS POLICIAIS

Consta no inquérito policial que a dançarina G.O.S. também teria furtado a carteira de dois policiais militares que estavam dentro da viatura, em uma bolsa. 

Ao perceber a falta da carteira, um dos PMs abriu novamente a BMW e a encontrou embaixo do banco do motorista junto com R$ 1.020,00 e também o seu carregador de celular. 

Segundo o policial, ele autorizou a dançarina a entrar no carro importado com o pretexto de trocar as roupas das crianças que estavam no automóvel e neste momento ela teria escondido as carteiras.

FLAGRANTE

Depois de serem ouvidos, o dentista foi autuado em flagrante por tentativa de roubo e porte ilegal de arma e sua companheira por tentativa de roubo, falsa identidade e furto. 

Recentemente a advogada da dançarina conseguiu junto à Justiça a sua liberdade provisória. O Juiz acatou os argumentos que ela tinha residência fixa e tinha que cuidar do filho menos de 2 anos.

O dentista também tentou deixar a cadeia, mas a Justiça manteve a decisão proferida na audiência de custódia, ou seja, que ele permanecesse preso.

 

 

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias