Menu
segunda, 26 de outubro de 2020
Polícia

Aposentado tem 90% do corpo queimado por morador de rua

18 Fev 2009 - 15h59Por Redação São Carlos Agora
0 - 0 -
Atualizado às 18h17
O que restou das roupas de Salvador foram apreendidas pela Polícia.A Polícia Militar apresenta neste momento no 2º Distrito Policial um tentativa de homicídio com requintes de crueldade. Um aposentado que é deficiente teve 90% do corpo queimado por um morador de rua, na praça da igreja Santo Antônio, na Vila Prado. A vítima estava deitada sobre um banco, quando foi atacada pelo incendiário que usou uma garrafa pet cheia de álcool para atear fogo no corpo do aposentado, que foi socorrido em estado gravíssimo até a Santa Casa. O autor foi preso em flagrante.

O fato aconteceu por volta das 14h20. De forma premeditada, o morador de rua Robson Roberto da Silva, de 33 anos, encharcou uma camiseta com álcool e atirou contra o corpo do aposentado Salvador Clemente Cruz, vulgo “Santista”, que estava deitado no banco. Logo em seguida ele riscou um fósforo e colocou fogo na vítima. Salvador, que usa muletas para se locomover, tentou correr, mas caiu há poucos metros. Não satisfeito, Robson chegou perto do aposentado e derramou o restante do álcool que estava no interior de uma garrafa pet. Salvador passou a se bater para tentar apagar o fogo. Desesperados, populares também tentaram apagar as chamas com água. O SAMU foi acionado e socorreu o aposentado, que teve praticamente todo o corpo, barba, cabelos e roupas queimados.

Robson que permaneceu na praça foi agredido por colegas da Salvador e foi detido assim que a primeira viatura da PM chegou. Os motivos que o levaram a cometer tal crueldade, ainda está sendo apurado.

Cenas de terror

Populares e amigos de Salvador que estavam na praça relataram cenas de horror à nossa equipe. “É muito triste ver tudo isso acontecer com um amigo”, disse emocionado o morador de rua Martins Joaquim de Santana, que presenciou tudo. “A pele da perna dele saia do corpo como se fosse uma meia”, declarou outra testemunha.

Conhecido na Vila Prado

Em conversa com moradores da região, fomos informados que Salvador era conhecido e morava na região. Ele costumava vender sorvetes no estádio do Luisão e diariamente freqüentava a praça.

Robson foi apresentado no 2º Distrito Policial, onde foi autuado em flagrante por tentativa de homicídio e em seguida foi recolhido ao centro de triagem.. Salvador recebe permanece internado na Santa Casa de Misericórdia e seu estado de saúde é considerado desesperador. O local do crime passou por pericia e o material encontrado no local, foi recolhido.
comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias