Menu
sábado, 27 de fevereiro de 2021
Polêmica

Advogado diz que chefe de gabinete não cometeu crime de racismo em secretaria da Prefeitura de São Carlos

01 Ago 2019 - 13h57Por Redação São Carlos Agora
Advogado diz que chefe de gabinete não cometeu crime de racismo em secretaria da Prefeitura de São Carlos -

Ainda repercute e muito o caso de racismo que teria levado a Prefeitura Municipal de São Carlos ter exonerado no último dia 29 de julho a chefe de gabinete, Carla Maria Campos, a qual é investigada pela Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) pelo crime de racismo, ocorrido no interior da Secretaria da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida. O fato envolveu a Funcionária Pública Municipal de carreira Eliani Cristina Florindo, 48, e Benedita Maria dos Santos, 60, funcionária terceirizada. No dia 10 de Julho elas estiveram na Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), onde formularam uma queixa crime.

DEFESA

Na quarta-feira (31), o advogado criminalista Abalan Fakhouri, foi procurado pela reportagem e concordou em falar sobre o caso e sobre a versão de Carla Campos, que negou as acusações. Fakhouri, diz que seu escritório foi contratado para preparar a defesa de Carla e que no seu entendimento, sua cliente não cometeu crime de racismo. O advogado que foi contratado recentemente também foi questionado sobre o tempo que Carla demorou para se manifestar sobre as acusações que são duras. Fakhouri declarou que não poderia informar este motivo, pois ainda não estava no caso, porém assim que contratado assumiu a defesa e agora ele pretende provar a inocência de Carla Campos e por isto diz que as provas são inconsistentes e vai provar isto no decorrer do inquérito.

EXONERAÇÃO

O advogado, não quis comentar a estratégia da defesa, mais disse que o trabalho está a todo vapor. Sobre a exoneração de sua cliente, ele disse que isto é outra questão que será discutida no momento exato. Tanto a Polícia Civil através da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), que já ouviu as duas funcionárias, que acusam Carla Campos de racismo e o Ministério Público Estadual (MPE), estão concluindo os trabalhos para a conclusão do caso que deverá ser levado á Justiça Criminal para uma decisão final.

Colaborou Pedro Maciel

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias