Menu
sábado, 27 de fevereiro de 2021
Polícia

Adolescente de 15 anos alega que foi discriminada por funcionária de loja

29 Nov 2012 - 16h24

A mãe de uma adolescente de 15 anos procurou a Policia Militar para registrar um Boletim de Ocorrência contra uma funcionária de uma loja situada na rodovia Washington Luis (SP-310), em São Carlos, acusando a mesma ter discriminado sua filha por ser homossexual. O fato ocorreu na tarde da última terça-feira (27).

A mãe da garota, a esteticista de 32 anos alega que ela e sua filha estavam no departamento de confecção da loja, quando observou várias funcionárias reunidas. Uma delas, identificada como E. teria olhado para a adolescente, dado risada e teria dito "Afe! O que é aquilo? Menino? Menina?".

Segundo a mãe da garota e o boletim de ocorrência, a funcionária ainda teria continuado a debochar de sua filha por algum tempo. Sentindo-se constrangida e humilhada, a mãe da adolescente procurou a gerência para reclamar do caso, porém naquele momento não conseguiu falar com o responsável.

No dia seguinte, a esteticista entrou em contato com a loja e conseguiu falar com o gerente, que segundo ela, desprezou sua reclamação e apenas pediu desculpas dizendo que a funcionária continuaria fazendo parte do quadro de funcionárias.

Como não conseguiu resolver o problema, a mãe da adolescente então registrou um Boletim de Ocorrência de injúria na tarde desta quinta-feira (29). O caso será investigado pela Delegacia de Defesa da Mulher (DDM).

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias