Menu
sexta, 10 de julho de 2020
Foi preso pela DIG

Acusado foi inquilino de idoso morto durante assalto no Jardim Bandeirantes

27 Mai 2020 - 19h03Por Redação São Carlos Agora
Gilberto de Aquino e sua equipe elucidaram mais um crime em São Carlos - Crédito: Maycon MaximinoGilberto de Aquino e sua equipe elucidaram mais um crime em São Carlos - Crédito: Maycon Maximino
Policiais da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) prenderam na tarde desta quarta-feira (27) o homem acusado de cometer um assalto que terminou com a morte do aposentado José de Lourenço, 83 anos, no começo da semana passada, no Jardim Bandeirantes, em São Carlos.


Segundo o delegado Gilberto de Aquino, Rafael Borges de Araújo de 32 anos, confessou o crime. Ele era conhecido do idoso e já foi inquilino dele.

O delegado contou ao SCA detalhes das investigações. "Ele [Rafael] alegou que entrou na casa do casal com a finalidade de praticar um roubo, mas na realidade ele queria observar o que tinha na casa. Ele já era conhecido. Ele era inquilino e sabia que ele [José] tinha um imóvel para vender." disse.

Aquino comentou ainda que Rafael foi até a casa do casal na manhã para supostamente tratar da compra do imóvel e depois de uma rápida conversa, ficou combinado que retornaria durante a tarde.

Rafael retornou acreditando que o casal não estivesse na residência para praticar furto, mas como as vítimas estavam no local, decidiu cometer o assalto. "Ele [Rafael] disse que o senhor reagiu e ai ele tentou imobilizá-lo. Ele alega que não praticou violência, mas não é o que temos de prova, com relação a tudo o que foi relatado pela senhora [esposa de José]", contou o delegado.

A mulher de José, com a mesma idade dele, também foi agredida por Rafael durante a ação criminosa, inclusive apresenta marcas de espancamento e passou por exame de corpo de delito.

José foi encontrado amarrado pela filha. "A hora que a filha chegou ele estava amarrado. A filha chegou, chamou o Samu que chegou de imediato. Teve um atendimento muito rápido, mas ele veio a óbito no próprio local", informou o delegado ao São Carlos Agora.

Aquino disse ainda que as vítimas não reconheceram Rafael, pois ele usava máscara e óculos de sol.

José morreu infartado após ser agredido por Rafael. (foto arquivo pessoal)

O delegado contou como Rafael foi identificado. "Através do circuito de câmeras foi feito um trabalho de investigação com levantamento em todos os locais e com o levantamento completo da placa do Fox usado na fuga chegou-se na propriedade do cadastro que é do pai dele, que nada tem a ver com o crime. E através dai chegou-se que ele era o principal suspeito".

O acusado, que até então não possuia nenhuma passagem pela Polícia, passou por reconhecimento pessoal na DIG e a vítima apontou ele como o autor do crime sem sombra de dúvidas. Segundo a polícia, ele era usuário de cocaína.

O delegado representou pela prisão temporária de Rafael, a qual foi concedida pela Justiça e ele foi recolhido ao Centro de Triagem.

 
comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias