Menu
quinta, 27 de fevereiro de 2020
Polícia

2º DP prende acusado de assaltar e estuprar motorista de aplicativo em São Carlos

21 Jan 2020 - 21h48Por Redação São Carlos Agora
Imagem Ilustrativa - Crédito: DivulgaçãoImagem Ilustrativa - Crédito: Divulgação

Policiais civis do 2º Distrito Policial prenderam na tarde desta terça-feira (21) um homem acusado de assaltar e estuprar uma motorista de aplicativo em São Carlos.

Segundo apurou o São Carlos Agora junto ao delegado Miguel Carlos Capobianco Junior, que responde interinamente pelo comando da delegacia, o relato feito pela jovem de 22 anos à Polícia é dramático.

Na noite do dia 13 de janeiro a motorista recebeu um chamado para comparecer na rua José Zavaglia, bairro Cidade Aracy, onde apanhou uma garota e o suposto namorado. Ela deixou o local com o casal no banco traseiro e minutos depois, após percorrer várias quadras, o rapaz solicitou que ela parasse, pois a namorada iria desembarcar.

Delegado Miguel Carlos Capobianco Junior responde interinamente pelo 2º DP

Após receber um beijo do suposto namorado, a moça desceu e o rapaz seguiu viagem. Ainda no bairro Cidade Aracy o criminoso agarrou a jovem motorista pelos cabelos e colocou uma faca em seu pescoço determinando que ela seguisse com o veículo em baixa velocidade.

O marginal pulou para o banco da frente e o tempo todo manteve a faca no pescoço da vítima dizendo que se tratava de um assalto. Aparentando estar drogado, o bandido desferiu um soco no rosto da jovem e tapas. Disse ainda que a mataria.

O assaltante chegou a zombar da vítima, perguntando sorrindo se ela estava sofrendo. No cruzamento das ruas Aldo Milaneto e Nelson Orlandi o bandido ordenou que a motorista parasse ao lado de um terreno baldio.

Desta vez o homem com a faca no pescoço da jovem passou a alisar o corpo dela, colocando a mão por dentro das suas vestes. A todo o momento ela chorava pedindo para não ser violentada.

Antes de sair do carro, o assaltante ainda deu um conselho para a motorista de aplicativo deixar a cidade e que este crime teria sido encomendado. De faca em punho ele fugiu pelas ruas do bairro levando apenas o dinheiro.

A moça saiu em alta velocidade e em uma rua ao lado pediu ajuda para algumas pessoas que chamaram a Polícia Militar. Várias equipes patrulharam a região, mas nenhum suspeito foi localizado naquela ocasião.

Nesta segunda-feira (20), após várias diligencias e investigação com apoio do serviço de inteligência da Polícia Civil, os investigadores acabaram descobrindo todo crime e identificaram o desempregado M.D.P., 29, como sendo o homem que teria contratado a corrida pelo aplicativo 99, com outro nome. Ele possui passagens pela polícia por outros crimes. Após todos os levantamentos os policiais civis comunicaram o delegado Miguel Capobianco, o qual novamente ouviu a motorista de aplicativo que reconheceu através de fotos o marginal e desta forma o delegado representou junto ao Ministério Público Estadual (MPE) e Poder Judiciário pela prisão temporária do suspeito que foi concedida na manhã de terça-feira (21). A faca usada no crime ainda não foi localizada. M.D.P. negou o crime. Ele foi conduzido ao Centro de Triagem.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias