Menu
segunda, 30 de março de 2020
Pet animais

Nasce no Parque Ecológico uma das espécies mais ameaçadas de macacos: Sauim-de-coleira

07 Jan 2020 - 18h29Por Da Assessoria de Imprensa
Os dois pequenos primatas são representantes de uma das espécies amazônicas mais raras e que está entre as mais ameaçadas de extinção. - Crédito: DivulgaçãoOs dois pequenos primatas são representantes de uma das espécies amazônicas mais raras e que está entre as mais ameaçadas de extinção. - Crédito: Divulgação

Nascidos no último mês de dezembro no Parque Ecológico de São Carlos “Dr. Antônio Teixeira Vianna”, os dois pequenos primatas são representantes de uma das espécies amazônicas mais raras e que está entre as mais ameaçadas de extinção.

O Sauim-de-coleira (Saguinus bicolor), considerado um animal símbolo da capital amazonense, corre o risco de desaparecer em poucas décadas. Em liberdade, o primata é encontrado apenas em uma área de terra que compreende alguns quilômetros, entre três municípios do Amazonas: Manaus, Rio Preto da Eva e Itacoatiara.

Dados apontam que pelo menos 10 deles morrem por ano só na zona urbana de Manaus, devido à perda e fragmentação do seu habitat, atropelamento, eletrocussão, uma vez que sua área de ocorrência é restrita e vem sendo ocupada pelo crescimento desordenado da região metropolitana de Manaus.

O Saguinus bicolor consta na Lista Oficial da Fauna Brasileira Ameaçada de Extinção vigente, de 17 de dezembro de 2014, editada pelo Ministério do Meio Ambiente (Brasil/ MMA, 2014), como Criticamente em Perigo (CR). Já na Lista da União Internacional para Conservação da Natureza - UICN, na atualização realizada em 2015, a espécie foi classificada como Criticamente em Perigo (CR).

De acordo com Fernando Magnani, diretor do Departamento de Defesa e Controle Animal da Secretaria de Serviços Públicos, o Parque Ecológico de São Carlos participa do Plano Nacional de Conservação e Recuperação do Sauim de Coleira, em conjunto com a Associação de Zoológicos e Aquários do Brasil e ICMBio. “O objetivo é colaborar com exemplares para que a espécie não seja extinta e venha a se recuperar”.

O corpo do Sauim-de-coleira tem um comprimento que varia de 20,8 a 28,3 cm. Se incluir a cauda, o corpo varia de 33,5 a 42 cm. Os machos pesam aproximadamente 428 gramas. A gestação dura entre 140 e 170 dias e as mães normalmente dão à luz a gêmeos. Os micos jovens são cuidados principalmente pelo pai e entregues à mãe apenas para amamentar.

Os dois filhotes recém-nascidos já podem ser vistos pelo público no recinto dedicado a espécie. O Parque Ecológico “Dr. Antônio Teixeira Vianna” está localizado na Estrada Municipal Guilherme Scatena, km 2. O Parque é aberto para visitação pública gratuita de terça-feira a sábado, das 8h às 16h30 e aos domingos, das 8h às 17h30, inclusive aos feriados. Outras informações podem ser obtidas pelo email pq.ecosc@saocarlos.sp.gov.br ou pelos telefones (16) 3361-2429 ou 3361-4456.

 

DENGUE/NÚMEROS – A Vigilância Epidemiológica informou nesta terça-feira (7/1/2020) que São Carlos tem até o momento 8.209 notificações com 2.042 casos positivos de Dengue, sendo 1.876 autóctones e 166 importados.

De Chikungunya são 96 notificações, 74 negativos, 22 ainda aguardando resultado. Zika foram 83 notificações, com 75 resultados negativos e 08 ainda aguardando resultado. De Febre Amarela notificações, com 3 resultados negativos.

O número de notificações é referente aos pacientes com suspeita da doença atendidos tanto na rede pública, como nos planos de saúde e rede particular.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias