Menu
domingo, 29 de março de 2020
Moisés virou estrelinha

Cãozinho arrastado por carro não resiste aos ferimentos e morre

12 Mar 2020 - 07h37Por Marcos Escrivani
Moisés durante o tratamento: agora, uma estrelinha - Crédito: DivulgaçãoMoisés durante o tratamento: agora, uma estrelinha - Crédito: Divulgação

Foram 17 dias de tratamento intenso e 24 horas por dia. Mas a determinação e dedicação de veterinários e de sua nova família não foram suficientes para que o cãozinho Moisés sofresse aos graves ferimentos. Ele morreu nesta quarta-feira, 11.

O cachorrinho vítima de maus-tratos, foi arrastado por um carro e abandonado na rua 7 do Antenor Garcia, no sábado, 22 de fevereiro, em São Carlos e ganhou um novo lar. Neste período, foi o “filho caçula” de um advogado que reside no Jardim Cardinalli.

ANTES ERA O JHOW

Quando resgatou o cãozinho, que estava com sérias lesões sendo a mais grave na cabeça, já que o couro tinha sido arrancado e aparecia o osso devido ser arrastado, o bichinho ganhou o nome de Jhow da protetora Dora Oliveira Soares. Mas ao ser adotado, foi rebatizado como Moisés, dado pela nova família.

MUITAS LESÕES

Moisés durante 17 dias passou por tratamentos intensivos. Mas a gravidade das lesões fez com que o cachorrinho não suportasse a dor.

Na manhã desta quarta-feira, 11, a veterinária que foi a responsável pelos cuidados médicos escreveu uma carta de despedida. Emocionada, deixou todo seu amor ao pequeno ser indefeso que agora é uma estrelinha ao lado de São Francisco de Assis:

Moisés, a a a... Moisés

Como foi difícil e dolorido me despedir de você hoje. Foram 17 dias de tratamento intensivo na tentativa de salva-lo, mas você se foi.

Meninão, meu meninão!

Porque sim, já era um porquinho meu.

Foram dias e noites dedicados a você meu querido, na esperança de salvá-lo.

Mas sempre com fé em Deus pedindo o que fosse melhor para você.

E se o seu melhor for ficar ao lado de seu Criador, ficaremos felizes por saber que finalmente conhecerás o paraíso (que é o que você merece meu amor).

Agradecemos as orações, aos outros veterinários envolvidos no seu caso, mas primeiramente ao ser humano fantástico que o adotou quase morto, na tentativa de salvá-lo para te dar amor e uma vida digna. Ser humano esse que abriu mão de seu trabalho, família e até de sua saúde, para cuidar de você 24 horas por dia, esses 17 dias.

Foram dias difíceis, mas você pode conhecer o amor verdadeiro.

Esse amor verdade que ele iria te dar para sempre, mas você partiu.

Infelizmente existem pessoas muito más e cruéis neste mundo, capazes de cometer o que cometeram com você, mas para esses é preciso mudar as leis, que ainda são muito brandas nesses casos.

Nos despedimos hoje de você, com a certeza que um dia iremos nos reencontrar.

Sua veterinária”

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias