sexta, 01 de julho de 2022
Novas tecnologias

Embrapa FertBrasil leva conhecimento sobre uso eficiente de fertilizantes à região de Itapetininga

Cidade foi a última a receber especialistas que atuam em São Carlos; caravana passou ainda por Bebedouro e Marília

06 Jun 2022 - 08h35Por Redação
A caravana agora vai para a cidade de Sete Lagoas, no estado de Minas Gerais, no dia 8 de junho - Crédito: Gisele RossoA caravana agora vai para a cidade de Sete Lagoas, no estado de Minas Gerais, no dia 8 de junho - Crédito: Gisele Rosso

Mais de 300 pessoas participaram da Caravana Embrapa FertBrasil no estado de São Paulo. Itapetininga foi a última cidade, na quinta-feira, 2, a receber os especialistas da Embrapa, que também passaram por Bebedouro (31) e Marília (1). Cerca de 150 produtores e técnicos estavam no evento.

Itapetininga é movida pela agropecuária. De acordo com o prefeito Jeferson Brun, a cidade tem o 13º PIB agrícola do Estado e é o segundo maior município em área rural, atestando sua vocação para a agropecuária. Ainda, ele destacou a grande diversidade de produtos, como eucalipto, laranja, cana-de-açúcar, batata, soja, grama, milho, pecuária leiteira, fruticultura e olericultura, além de pecuária de corte.

Para a secretária de agricultura, Walkyria Andrades, a Caravana para o município foi muito importante, principalmente numa época em que há problemas sérios de escassez de fertilizantes. Para ela, um dos gargalos é a falta de eficiência no uso desses insumos. "Precisamos saber como usar melhor, já que o produto está escasso no mercado e muito caro", enfatizou a secretária.

Técnico da Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (Regional Itapetininga) desde 2011, Marcelo Ament Giuliani dos Santos, acredita que a adoção de tecnologias básicas, como coleta e análise de solos, calagem, por exemplo, ainda é precária no campo. "Poucos produtores utilizam tecnologias para fertilidade do solo, melhor aproveitamento dos adubos químicos e orgânicos, então, a caravana veio preencher uma lacuna dos produtores. Mesmo estando em uma região reconhecida por uma agricultura forte, percebemos que muitos agricultores não têm acesso à tecnologia e não fazem o básico, e o básico sempre é muito importante", ressaltou o técnico da CATI.

Um dos membros da coordenação técnica da Caravana, o pesquisador Pedro Machado, considerou o público presente em Itapetininga predominantemente técnico e qualificado. "Houve busca por esclarecimento da conjuntura da política nacional de fertilizantes, perspectivas futuras de disponibilidade desse insumo. Muitos buscaram uma confirmação da importância das boas práticas. Foi muito produtivo", contou.

CARAVANA

O objetivo da Caravana, liderada no Estado de São Paulo pela Embrapa Pecuária Sudeste, foi levar a técnicos e produtores rurais tecnologias e conhecimento para aumentar a eficiência do uso de fertilizantes e insumos no campo, ressaltar a importância de se fazer o manejo sustentável dos solos, água e plantas e melhorar a produtividade da agropecuária brasileira. Para o chefe-geral da instituição, Alexandre Berndt, o momento foi muito oportuno, por conta da escassez global de fertilizantes, agravada pela guerra entre Rússia e Ucrânia. "Essa transferência de conhecimento é importante para o Brasil não perder a capacidade de produzir alimentos, fundamental para um mundo em constante crescimento populacional e em recuperação pós-pandemia, em que as economias devem voltar a crescer e a consumir mais alimentos", destacou Berndt.

A iniciativa faz parte do Plano Nacional de Fertilizantes, do Governo Federal, para reduzir a dependência externa por importação de produtos e tecnologias, agravada pela guerra entre Rússia e Ucrânia.

Até o final da safra 2022-2023, os especialistas vão percorrer as principais regiões produtoras brasileiras, enfatizando a importância do manejo sustentável dos solos e fertilizantes para maximizar a eficiência de uso destes insumos e garantir a competitividade da agricultura e produção de alimentos no Brasil. No total, serão visitados 30 polos produtivos de nove macrorregiões agrícolas do país.

Leia Também

Últimas Notícias