Menu
terça, 28 de setembro de 2021
Estado

Bolsa do Povo Educação: inscrições podem ser feitas a partir desta quinta-feira para estudantes da rede pública

Focada no ensino médio e 9º ano, ação objetiva recuperar a aprendizagem e combater a evasão escolar; benefício será de até R$1 mil por ano letivo

02 Set 2021 - 17h05Por Redação São Carlos Agora
Bolsa do Povo Educação: inscrições podem ser feitas a partir desta quinta-feira para estudantes da rede pública - Crédito: divulgação Crédito: divulgação

O Programa Bolsa do Povo Educação - Ação Estudantes, foi criado pelo Governo de São Paulo para auxiliar as famílias a superarem a defasagem educacional que ocorreu por causa da pandemia do Covid-19 e tem por objetivo recuperar a aprendizagem e evitar a evasão escolar de estudantes do ensino médio e 9º ano da rede estadual de ensino. O benefício concedido será de até R$1 mil por ano letivo e as inscrições serão abertas nesta quinta-feira (2). 

Além de estudantes do ensino médio, os alunos do 9º ano do ensino fundamental matriculados na rede pública estadual de ensino também terão direito ao benefício e podem se inscrever. Todos os interessados devem, obrigatoriamente, estar registrados no Cadastro Único (CadÚnico). A verba de investimentos disponibilizada pelo Governo do Estado de São Paulo é de R$400 milhões de reais, onde R$100 milhões serão investidos ainda neste ano. 

Como vai funcionar o programa

As inscrições serão realizadas entre os dias 1 e 13 de setembro, as inscrições devem ser feitas através do site oficial. “Com este novo benefício que dá sequência ao programa, esperamos atuar diretamente na recuperação e aprofundamento da aprendizagem, além de estimular a participação nas atividades escolares”, concluiu Rossieli Soares, secretário da educação do Estado de São Paulo.

Os pagamentos serão feitos de maneira proporcional ao ano letivo e  estão condicionados ao mínimo de 80% na frequência escolar e à dedicação diária de duas a três horas de estudo através do aplicativo Centro de Mídias SP (CMSP) e à participação nas avaliações de aprendizagem. Os alunos do terceiro ano do ensino médio devem, além disso, realizar atividades preparatórias para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM).

Retomada das aulas 

“São Paulo foi o primeiro estado do Brasil a priorizar a vacinação dos profissionais da educação. É um retorno absolutamente seguro. Temos sido acompanhados por uma comissão médica, que desenvolve protocolos, como o de distanciamento de um metro entre os estudantes, distribuição de álcool em gel e demais informações para consolidação da rotina, além de atuar na formação dos nossos profissionais. Nas escolas, os alunos têm a oportunidade de refazer vínculos importantes, que fazem a diferença no aprender”, explica Rossieli sobre a importância da retomada das aulas presenciais no momento atual, para o processo de aprendizagem. 

De acordo com os dados da Secretaria de Educação do Estado de São Paulo (Seduc-SP), há cerca de 3,5 milhões de estudantes matriculados na rede estadual de ensino, com aproximadamente 770 mil em situação de pobreza ou extrema pobreza. Deste número, 1,2 milhão estão no ensino médio, sendo 267 mil em situação de vulnerabilidade social.

 
Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias