Menu
domingo, 21 de julho de 2019
No Olaio

UFSCar promove primeira etapa do Campeonato Paulista de Handebol em Cadeira de Rodas

11 Mai 2019 - 08h41Por Redação
UFSCar promove primeira etapa do Campeonato Paulista de Handebol em Cadeira de Rodas - Crédito: Divulgação Crédito: Divulgação

Acontece em São Carlos no próximo sábado, dia 11 de maio, a primeira etapa do XI Campeonato Paulista de Handebol em Cadeira de Rodas, promovido pelo Departamento de Educação Física e Motricidade Humana (DEFMH) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), em parceria com a Secretaria Municipal de Esportes e Lazer da cidade.

O campeonato, que tem como objetivo difundir o handebol em cadeira de rodas enquanto modalidade de esporte adaptado a pessoas com deficiência, conta com a participação de seis equipes paulistas, duas delas compostas por atletas de São Carlos, duas de Campinas, uma de Hortolândia e outra de Sorocaba.

Todos os atletas das equipes de São Carlos são residentes na cidade e região e um deles é aluno do segundo ano do curso de Engenharia Mecânica da UFSCar. O técnico é Welson Luciano Coelho, graduando do último ano do curso de Educação Física da Universidade, que está realizando uma pesquisa de iniciação científica que tem como tema esta modalidade esportiva.

A competição terá três fases: a primeira neste sábado, e as outras duas programadas para o segundo semestre de 2019, quando também acontecem os campeonatos Brasileiro e o Panamericano. A etapa são-carlense tem a coordenação da professora Mey de Abreu Van Munster, do DEFMH, é gratuita, aberta ao público e acontece a partir das 8h30, no Ginásio de Esportes Milton Olaio Filho, localizado na Rua Ernesto Gonçalves Rosa Júnior, na Vila Alpes.

SOBRE O ESPORTE

O handebol em cadeiras de rodas é uma das modalidades esportivas que integram o projeto de extensão "Atividades físicas, esportivas e de lazer adaptadas para pessoas com deficiências", coordenado por Munster e criado em 2006.

Esta modalidade de esporte adaptado surgiu na final de década de 1990 como uma forma de recreação e de participação social de pessoas com deficiência nos esportes, tendo suas regras sistematizadas em 2005. Os jogos são disputados em duas variantes: a HCR4, com quatro jogadores em cada equipe e é uma derivação do handebol de areia; e a HCR7, com sete jogadores em cada equipe e que tem como base o handebol convencional.

"As pessoas com deficiência buscam o esporte adaptado com várias expectativas que vão desde a preocupação com a habilitação física até a manutenção das capacidades funcionais. Outros buscam o esporte pela questão da participação social e a interação. Porém, hoje, os atletas estão focados na questão do rendimento e da competição", afirma Munster.

Além do handebol em cadeiras de rodas, o projeto da UFSCar também conta com natação adaptada para pessoas com deficiências intelectual, visual e física, em parceria com a Liga Central de Natação; e rollerski (esqui com rodas), em parceria com a Confederação Brasileira de Desportos na Neve. 

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias