Menu
terça, 26 de janeiro de 2021
Esportes

Treinador avalia campanha e comemora legado pelo Grêmio sub19

16 Dez 2017 - 04h38Por Gustavo Curvelo (colaborador)
Segundo Jonathas Mendes, resultados do Lobão na Taça Paulista foram satisfatórios. Foto: Gustavo Curvelo/Divulgação - Segundo Jonathas Mendes, resultados do Lobão na Taça Paulista foram satisfatórios. Foto: Gustavo Curvelo/Divulgação -

Semifinalista da Taça Paulista, o Grêmio Sãocarlense sub19 pode ser considerado uma equipe vencedora. Formado quase que integralmente por atletas moradores de São Carlos - com exceção feita a um único jogador, residente em Ibaté -, o time somou um total de seis vitórias, três empates e apenas uma derrota no torneio, além de desconstruir a desconfiança presente no início da temporada através de um trabalho sério, honesto e transparente.

Respaldado pela diretoria, o projeto teve à frente o treinador Jonathas Mendes. Capacitado por cursos promovidos por entidades como o Sindicato dos Treinadores do Estado de São Paulo (Sitrefesp) e acumulando experiências com profissionais da área como Rogério Micale e Eduardo Baptista, o comandante, também residente em São Carlos, retratou as dificuldades em começar um trabalho "praticamente do zero, com muitos meninos desacreditados e sem muita perspectiva de futebol".

"A principal dificuldade foi a descrença lá no começo, e os próprios atletas demoraram um pouco para confiar no trabalho. Depois que viram que era um projeto sério, tivemos uma procura maior de atletas, e isso nos ajudou a montar o elenco sem fugir à proposta de manter praticamente todos os jogadores sendo da cidade", ressalta Mendes.

Diante do contexto, a estratégia foi apostar na evolução do plantel ao longo das semanas. "Fomos montando uma equipe muito sólida e buscando a organização e o equilíbrio. Enfatizamos que nosso objetivo era montar um time de alto nível, mostrando que se buscássemos a perfeição melhoraríamos constantemente, e agregado a isso fizemos um forte acompanhamento psicológico, com muita conversa e motivação"

"Penso que subimos um degrau de cada vez e, quando chegamos no final do returno, os atletas estavam cientes do modelo de jogo, entrosados e melhorando a cada dia. Até a própria comissão técnica se sentiu mais segura e confiante. Tivemos resultados satisfatórios", comenta o treinador, que ainda teve ao seu lado o preparador físico Michael Parente, o preparador de goleiros Júlio César Cominotte e o massagista e roupeiro Adão Carrero.

Desta forma, o Grêmio sub19 cresceu no momento crucial da competição, não obtendo a vaga na final por questões pontuais. "Não fomos ao jogo do título por causa de um detalhe, que era a vantagem do empate ao time de melhor campanha. Foi uma semifinal fora de casa, contra uma equipe que em termos de números foi a melhor do campeonato, e mesmo assim ainda arrancamos o resultado de igualdade", disse, referindo-se ao empate sem gols contra o Caieiras, que acabou levando o título posteriormente.

Mas, não suficiente o retrospecto e as histórias que ficarão na memória dos atletas e torcedores, Jonathas ainda dispõe de um legado para o futuro. Esperando uma presença mais massiva nas arquibancadas, ele iniciou ainda em 2017 a projeção de uma outra equipe de base pensando na próxima temporada, além de promover o abastecimento de atletas para o time profissional.

"Hoje temos um time praticamente pronto para o sub19 do ano que vem e alguns atletas com chance de ascenderem ao profissionalismo. Quero aproveitar também para pedir que a torcida continue prestigiando o Grêmio no futuro e siga reconhecendo o esforço dos jogadores, que se empenharam ao máximo e acreditaram neste projeto sério e que seguirá em evolução nas próximas temporadas", conclui o treinador.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias