Menu
sexta, 05 de março de 2021
Esportes

Sem estrelas, Santos fica no empate contra o Gama

21 Jul 2016 - 06h01Por Redação
Foto: Ivan Storti/Santos FC - Foto: Ivan Storti/Santos FC -

O Santos bem que tentou, pressionou o Gama em boa parte do tempo, mas acabou ficando no empate sem gols diante do adversário candango, em partida realizada na noite desta quarta-feira, 20, no Estádio Bezerrão, pelo jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil. Destaque para o goleiro Maringá, que salvou o time da casa em três oportunidades.

Com o resultado, o Santos precisa de uma vitória simples na partida de volta, marcada para a próxima quarta-feira, às 21h45, na Vila Belmiro, para avançar. O Gama, por sua vez,  joga por um empate com gols para seguir em frente.

Sem Thiago Maia, Gabriel e Zeca - convocados para a Seleção Olímpica -, além de Ricardo Oliveira e Renato, poupados, o Santos não conseguiu se impor diante de um Gama, que jogou a partida como se fosse a última. O time candango precisa da classificação para não ficar sem calendário até o final do ano e mostrou muita força de vontade nos primeiros 45 minutos.

O fato é que o duelo teve muitas poucas chances de gol. O Santos não conseguiu desvencilhar da marcação e também pouco arriscou, exceção pela tentativa de Lucas Lima, que Maringá defendeu com o peito. A melhor oportunidade, porém, saiu dos pés de Rodrigão. O artilheiro recebeu de Léo Cittadini e chutou cruzado, rente à trave.

O Gama teve o apoio de seus torcedores, que lotaram o Estádio Bezerrão, e deu um susto no Santos nos minutos finais. Gago roubou a bola de Victor Ferraz e chutou nas redes pelo lado de fora. Jeferson tentou, na sequência, mas mandou por cima do gol de Vanderlei.

O Santos voltou para o segundo tempo mais ligado e foi para o abafa em cima do Gama. Copete invadiu a área, deixou o zagueiro para trás, cortou o goleiro e deixou para Victor Ferraz. O lateral tocou para Cittadini chutar, mas a zaga do clube candango se recuperou a tempo e tirou em cima da linha. No lance seguinte, foi a vez de Maringá salvar a equipe da casa em mais um bom chute de Lucas Lima.

A partida caiu de produção, então, Dorival Junior colocou Paulinho para botar correria no ataque do Santos, mas foi Gustavo Henrique, que deixou Lucas Lima livre de frente para o gol. O meia chutou, porém, ficou no milagre de Maringá. A bola ainda sobrou para Rodrigão. O atacante mandou para fora. (futebolpaulista.com.br)

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias