terça, 17 de maio de 2022
Líder e invicto

São Carlos joga para manter a ponta na Série B

Luiz Felipe e Luiz Henrique são as novidades na Águia, que encara o Rio Branco, em Americana

01 Set 2021 - 06h41Por Marcos Escrivani
Invicto, São Carlos quer somar pontos em Americana: Rio Branco será o adversário - Crédito: Brendow Felipe/São Carlos FCInvicto, São Carlos quer somar pontos em Americana: Rio Branco será o adversário - Crédito: Brendow Felipe/São Carlos FC

Líder e invicto no grupo 3, com 7 pontos, o São Carlos tem uma importante partida pela quarta rodada da Série B do Campeonato Paulista. Às 15h desta quarta-feira, 1, estará em Americana para encarar o Rio Branco, no estádio Décio Vitta. O adversário está na terceira colocação com 4 pontos positivos.

A Águia que vem embalada por bons resultados quer manter a ponta do grupo e a meta é somar pontos e criar gordura neste início de campeonato e com isso ir buscar uma das três vagas para a próxima fase.

O jogo é considerado difícil. Mas o técnico Marcos Campagnollo está otimista pois poder contar com o retorno do lateral esquerdo Luiz Henrique, recuperado de lesão e optou por Luiz Felipe, que entrou contra o Grêmio São-Carlense e deu uma dinâmica muito grande. Por outro lado, não terá Vitor Santos que sentiu um desconforto muscular no último jogo.

Campagnollo, em entrevista ao São Carlos Agora fez uma análise do difícil compromisso que terá pela frente.

A ENTREVISTA

São Carlos Agora - Na ponta e invicto. Isso ajuda a ter tranquilidade para buscar a vitória em Americana?

Marcos Campagnollo – Sim. A nossa equipe vem galgando, como venho falando, passo a passo, degrau a degrau. A invencibilidade e liderança são situações difíceis de chegar, mas é ainda mais difícil manter. Tranquilidade sempre temos, mas o objetivo é estar sempre pontuando. Neste campeonato é importante pontuar sempre e esse nosso pensamento para o jogo em Americana.

SCA - Conhecendo o adversário, qual será a melhor forma de manter a invencibilidade fora de casa?

Campagnollo - A gente conhece o adversário, mas hoje existe outra mentalidade e outro treinador que está lá. O campo nos proporciona a fazer um bom jogo já que temos jogadores de velocidade e qualidade técnica muito grande. Esperamos fazer um bom jogo.

SCA - Você já comandou o Rio Branco na Bezinha. Isso ajuda a tentar surpreender o adversário?

Campagnollo - O Rio Branco é uma equipe vem sendo montada desde o dia primeiro de março, inclusive com a minha pessoa. É um adversário muito forte, grande favorito para buscar o acesso e ter uma ótima classificação no grupo. Com isso a gente vai tentar algumas situações para surpreender o adversário. Acredito que será um jogo muito bom, pois o Rio Branco é uma equipe que joga e deixa jogar. Nós seguimos aos poucos, galgando.

SCA - Qual a importância em buscar ter uma ‘gordura’ extra para o returno da primeira fase?

Campagnollo - É sempre importante buscar essa “gordurinha” para manter a tranquilidade. Jogo muito difícil. Nosso objetivo é trazer pontos, três ou um, para que a gente possa estar cada dia mais próximo da classificação. Neste campeonato você não pode deixar de pontuar. Vai ser um jogo muito difícil e a equipe vai procurar suportar como temos jogado os outros jogos como foi em Itapira e contra o Grêmio, onde acho que a gente merecia os três pontos principalmente na fase final do jogo. A equipe está muito focada, os atletas estão chegando e aos poucos a gente vai estar dando cada dia mais tranquilidade, confiança e uma equipe que quer se superar e chegar a classificação. 

SCA - Campa, o time terá desfalque (quem)? Ou vai ter força máxima?

Campagnollo - Vamos iniciar com o Luiz Felipe, atleta que entrou contra o Grêmio São-Carlense e nos deu uma dinâmica muito grande, além da volta do Luiz Henrique, lateral-esquerdo, recuperado de lesão e esperamos fazer um grande jogo.

SCA - Se tiver desfalque, isso prejudica a forma de você armar o time?

Campagnollo - De desfalque temos o Vitor Santos que sentiu um desconforto muscular no último jogo. A gente previa situações como essa já que estamos jogando quarta e domingo e temos alguns atletas que estavam parados ou vieram de avaliação. O Vitor é um atleta que não vinha jogando. É um desfalque para uma situação de entrar no decorrer da partida. Os demais estão aptos para fazer um grande jogo amanhã em Americana.

Leia Também

Últimas Notícias