Menu
terça, 27 de outubro de 2020
Futsal

São Carlos encara atual campeão na estreia da Copa Record

09 Ago 2018 - 07h23Por Marcos Escrivani
São Carlos encara atual campeão na estreia da Copa Record - Crédito: Marcos Escrivani Crédito: Marcos Escrivani

O São Carlos Futsal foi montado para que a cidade tenha uma equipe adulta competitiva e a médio prazo possa estar disputando competições federadas. A meta é dar um passo de cada vez.

O primeiro será neste semestre, quando inicia as atividades oficialmente na Copa Record. O debut do time são-carlense será acima de qualquer suspeita: na noite do dia 15 de agosto, quarta-feira, no ginásio municipal de esportes Oswaldo Cardoso, em Descalvado, irá enfrentar o atual campeão da competição. A partir das 20h, pega Bueno de Andrada.

Na semana seguinte, o time orientado pelo técnico Renato Natella enfrenta dia 23, uma quinta-feira, às 21h, Santa Lúcia no ginásio municipal de esportes Milton Olaio Filho, em São Carlos. A entrada é gratuita.

O time são-carlense tem treinado forte para o desafio regional e o goleiro Gabriel informou que o otimismo é grande e, mesmo encarando o atual campeão, a perspectiva é positiva.

“Entramos com o mesmo pensamento e encarando o atual campeão na estreia, vamos em busca da vitória, pois a equipe está muito bem montada e estruturada. Temos perfeitas condições em conquistar um resultado positivo neste primeiro desafio. O importante é estrear com o pé direito e depois passamos a pensar no segundo jogo, teoricamente mais fácil”, analisou.

A COPA RECORD

A abertura oficial da 11ª Copa Record acontece a partir das 20h desta quinta-feira, 9, em Taquaritinga.

Em 2018 participam 54 times no masculino divididos em 18 grupos com três representantes em cada um.

Os oito melhores classificados entre todos os participantes da primeira fase (índice técnico) irão compor a Série Ouro e os demais, a Série Prata. A partir da segunda fase, os jogos serão eliminatórios.

Em 2018 a Copa Record terá duas novidades. A primeira é que fica vetado atletas federados que disputam torneios oficiais pelo Brasil, sob pena de exclusão das equipes. A medida foi tomada privilegiando o equilíbrio técnico do torneio e revelar novos atletas para o futsal regional.

Outro ponto é que na fase de classificação quando as partidas terminarem empatadas haverá a cobrança de três penalidades alternadas entre as equipes e o vencedor irá ganhar um ponto extra.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias