Menu
quarta, 20 de outubro de 2021
Rugby

São Carlos bate Lechuza e está na segunda fase do Paulista

05 Ago 2019 - 13h44Por Redação
São Carlos bate Lechuza e está na segunda fase do Paulista - Crédito: Divulgação Crédito: Divulgação

Na tarde do último sábado, 3, o São Carlos recebeu o Lechuza pela sétima rodada e venceu por 32 a 14, conseguindo a vaga para a segunda fase do Campeonato Paulista B de Rugby. Apesar do frio, a torcida, uma vez mais, marcou presença na partida. Infelizmente, a partida preliminar entre Garra e RURC não pode acontecer por motivos técnicos.

Ainda que o São Carlos se aproveitasse do mando de campo para se lançar ao ataque no começo do jogo, foi o Lechuza que, após seguidas falhas da defesa rinocerontina, que abriu o placar com um try e uma conversão. O relógio marcava 15 minutos de jogo e o placar ficava em São Carlos 0 x 7 Lechuza.

Tendo de correr atrás o prejuízo, o São Carlos retomou as ações ofensivas e, aos 23 minutos, depois de duas inversões de bola, Jean Ferrarini irrompeu pela defesa dos corujas e marcou o primeiro try da equipe no jogo; não houve conversão. Placar: São Carlos 5 x 7 Lechuza.

No chute de reinício, Esteban Alvarez recepcionou a bola, avançou por mais de 50 metros, passou a bola para Octavio Gorla, que fez offload para Rafael Milani, que fez offolad para Glauco Anelli cair no ingoal sob os paus. São Carlos virava o jogo! Luis Cameirão converteu o try. No relógio eram marcados 25 minutos e o placar ficava em São Carlos 12 x 7 Lechuza.

A sequência do jogo foi bem truncada, com muita troca de posse de bola e alguns penais. E foi num penal que o São Carlos ampliou: Cameirão, a 38 metros dos paus, converteu. Eram 33 minutos e o placar ficava em São Carlos 15 x 7 Lechuza. E foi num outro penal que o Lechuza descontou: após algumas fases dentro dos 5 metros do campo de defesa auri-rubro, os corujas fizeram mais um try e o converteram. Já estávamos nos acréscimos do primeiro tempo e a primeira etapa se encerrou em São Carlos 15 x 14 Lechuza.

Após bronca do treinador no intervalo, o São Carlos voltou mais focado e já nos 3 minutos da segunda etapa Cameirão ampliou para os rinocerontes. Além do try, ele também fez a conversão. Placar: São Carlos 22 x 14 Lechuza. O empate seguia duro, com as equipes se defendendo bem e se alternando nas ações ofensivas. Ainda assim, muitos penais e knock ons se destacavam nesse momento. E foi com um penal perto da linha dos 10 metros de ataque que Cameirão, uma vez mais, ampliou para o São Carlos. O relógio marcava 13 minutos de jogo e o placar ficava em São Carlos 25 x 14 Lechuza. O jogo voltaria a ficar truncado e, apenas aos 32 minutos, numa rápida invertida de bola, o prata da casa Pedro Vincenzi avançou pela ponta e marcou seu primeiro try com a camisa auri-rubra! O São Carlos, então, garantia o ponto bônus de ataque e, consequentemente, se classificava para as semifinais da competição! Cameirão, de novo, converteu o try e deixava o placar em São Carlos 32 x 14 Lechuza.

Buscando reduzir a vantagem, o Lechuza se pôs ao ataque e obrigou os rinocerontes a mostrarem o por que são a melhor defesa da competição: foram 8 minutos intensos de defesa por parte do São Carlos que culminou com os rinocerontes anulando um try do Lechuza já nos acréscimos da partida. Dessa feita, o jogo se encerrou com vitória do São Carlos por 32 a 14.

"Treinamos bastante defesa pensando no lado físico do adversário", comentou Arthur Pinheiro, treinador do São Carlos. "Mas, infelizmente, demoramos muito pra entrar em jogo e o Lechuza conseguiu se aproveitar disso. O ponto positivo foi que os atletas demonstraram confiança e paciência para reagir, principalmente no segundo tempo, quando mudaram de postura. Ainda assim, precisamos melhorar o físico para melhorar o nível de concentração... Agora é hora de trabalhar com muito mais intensidade, visando um jogo de cada vez, pra chegar com uma postura muito forte nas finais", completou.

O próximo desafio do São Carlos será no dia 31 de agosto, no mesmo campo de Água Vermelha, contra o ABC, de Santo André. A equipe teria a disputa da Taça Conde do Pinhal no dia 10 de agosto, mas, a pedido da equipe adversária, o Piracicaba, a edição deste ano foi cancelada. Na data, o São Carlos realizará seu I Rugby Day, um evento de confraternização entre equipe adulta, veteranos, jovens do Projeto Descobrindo o Rugby com os pais e familiares dos atletas.

SÃO CARLOS 32 x 14 LECHUZA

Escalação: 1 Leonardo Carniato, 2 Elton Tanis, 3 Felipe Santos, 4 Bruno Turci, 5 Rafael Milani, 6 Esteban Alvarez, 7 Octávio Gorla, 8 Jean Ferrarini, 9 Igor de Mello, 10 Alexandre Bertuga (C), 11 Pedro Vincenzi, 12 Glauco Anelli, 13 Luis Cameirão, 14 David Camargo, 15 Raul Nunes, 16 João Pedro Leal, 17 Arthur Sargentini, 18 Ezequias Alvarez, 19 Gustavo Moura, 20 Lucas Ruiz, 21 Vinicius Imato, 22 Yuri Perucci, 23 Flávio Batistette

Tries: Jean Ferrarini, Glauco Anelli, Luis Cameirão e Pedro Vincenzi

Conversões: Luis Cameirão (3)

Penais: Luis Cameirão (2)

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias