Menu
segunda, 21 de junho de 2021
Boxe

São-carlense é convocado para a seleção brasileira juvenil

Gustavo Borges Sales, com apenas 18 anos, inicia preparação para a disputa do Campeonato Pan-Americano que será na Colômbia

10 Mai 2021 - 13h12Por Marcos Escrivani
Gustavo é mais um são-carlense que alcança a seleção nacional: agora no boxe - Crédito: DivulgaçãoGustavo é mais um são-carlense que alcança a seleção nacional: agora no boxe - Crédito: Divulgação

O boxe são-carlense está em alta. Gustavo Borges Sales, 18 anos, foi convocado para a seleção brasileira juvenil que irá representar o país no Campeonato Pan-Americano, que será realizado de 9 a 17 de setembro na Colômbia.

Ao lado de outros onze brasileiros, Gustavo viaja nesta segunda-feira, 10, para Santo Amaro, onde está o centro de treinamento da seleção brasileira e inicia uma fase de preparação que irá durar quatro meses. O primeiro exame será um teste para detectar (ou não) a presença no SARS-CoV-2, responsável pela pandemia da Covid-19.

A competição colombiana é seletiva para os Jogos Olímpicos de 2024 e caso seja campeão, passará a integrar a seleção brasileira. Ele irá competir na categoria até 69 quilos.

Outro são-carlense, mas que reside em São Paulo e já faz parte da seleção brasileira adulta é Vanderlei Pereira, de 20 anos (categoria até 75 quilos). Ao lado de outros brasileiros, passará por um período de atividades na Argentina;

TALENTO DA TERRA

Treinado pelo seu pai Valderei Sales, 45 anos e professor de boxe há 32 anos, Gustavo é considerado uma das revelações do país na modalidade esportiva. Ele treina em São Carlos ao lado de outros oito boxeadores e saiu de uma escolinha de aproximadamente 70 alunos comandado do treinador são-carlense.

“Posso dizer que é um alívio e uma satisfação ver o sucesso de jovens. É um sonho realizado”, disse Valderes em entrevista ao São Carlos Agora. “Trabalho com jovens que possuem qualidade técnica e que buscam espaço. Portanto tenho uma missão como professor e vou em busca destas realizações”, comentou. “Hoje consegui realizar o sonho do meu filho, mas não estou acomodados. Em São Carlos há muitos talentos e quero ajudar a todos”, observou o treinador, salientando que possui um projeto social onde os alunos treinam gratuitamente. “Proporciono um espaço saudável para todos eles. Assim não ficam na rua, na ociosidade. Paralelamente busco formar atletas. Mas caso não vinguem, serão com certeza, cidadãos”, finalizou o técnico são-carlense.

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias