Menu
domingo, 29 de março de 2020
Talento da Terra

São-carlense com paralisia cerebral é promessa na natação ACD

13 Mar 2020 - 13h04Por Marcos Escrivani
Gabriel fará a estreia na seletiva Caixa de Natação Paralímpica: talento da natação ACD de São Carlos - Crédito: Marcos EscrivaniGabriel fará a estreia na seletiva Caixa de Natação Paralímpica: talento da natação ACD de São Carlos - Crédito: Marcos Escrivani

Com apenas 19 anos, Gabriel Cimeão Rodrigues, é um talento são-carlense e uma promessa da natação ACD (atletas com deficiência). Descoberto por Mitcho Bianchi há um ano, ele se supera a cada treino e está bem perto de se qualificar para as etapas do Campeonato Brasileiro do Circuito Caixa de Natação Paralímpica.

Gabriel tem paralisia cerebral e comprometimento na coordenação motora. Compete na classe baixa (S4) e é especialista no nato costas e peito. É um dos integrantes da LCN/Aquário Fitness.

“O Gabriel está próximo do índice nacional e tem tudo para estar na elite da natação ACD”, disse o técnico Mitcho Bianchi. “Posso garantir que é um atleta de futuro e o fato de ser determinado e focado faz com que possa sonhar alto”, emendou.

No período de 3 a 5 de abril Gabriel terá a chance de se qualificar para as etapas nacionais, já que estará presente na seletiva regional que acontece no Centro Paralímpico Brasileiro, em São Paulo. “Estou trabalhando com metas com o Gabriel. A primeira é buscar o índice e posteriormente que ele tenha experiência com outros nadadores da elite. Paralelamente trabalhar o lado psicológico, pois é necessário. Por fim, pódio e medalhas são consequência”, analisou o treinador são-carlense.

SONHOS AMBICIOSOS

Durante entrevista Gabriel afirmou que nada desde os três anos e é filho do coordenador de quadras de tênis Percilon Alves Rodrigues e de Cleusa Ap. Cimeão Rodrigues (in memorian). “Nado desde pequeno por questões de saúde. Mas adoro a natação e não pretendo parar tão cedo”, disse o são-carlense que entrou há um ano para a LCN/Aquário Fitness após um teste realizado na UFSCar.

“Durante os testes na piscina, o professor Mitcho me viu e gostou. Fui convidado para vir para a equipe e aceitei. Hoje estou feliz, pois estou competindo e fiz muitas amizades”, disse, salientando que em 2019 estreou do Campeonato Paulista de Inverno. Porém nos Jogos Regionais conquistou duas medalhas de ouro e no Paulista de Verão surpreendeu ao buscar duas medalhas de prata.

Em franca evolução, ao lado de Mitcho, projetou 2020. O primeiro desafio é a seletiva regional do Circuito Caixa, onde faz sua estreia. Mas ele não quer ir como coadjuvante. “Vou lá para brigar por índices. Estou esperançoso e acho que posso surpreender”, previu. “Na verdade, quero este ano disputar o Campeonato Brasileiro e a longo prazo estar na seleção brasileira. Sonho com uma Paralímpiadas e representar minha equipe, minha cidade e meu país”, finalizou.

A LCN/Aquário Fitness tem a parceria da Secretaria Municipal de Esportes e Cultura (Smec) e Fundação Educacional São Carlos (Fesc).

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias