Menu
quarta, 14 de abril de 2021
Esportes

Partida entre Grêmio Sãocarlense e Raça vai a julgamento

18 Nov 2017 - 04h23Por Gustavo Curvelo (colaborador)
Equipes jogaram na quarta-feira, 15, buscando vaga na decisão da Taça Paulista sub16. Foto: Gustavo Curvelo/Divulgação - Equipes jogaram na quarta-feira, 15, buscando vaga na decisão da Taça Paulista sub16. Foto: Gustavo Curvelo/Divulgação -

A partida entre Grêmio Sãocarlense e Raça, realizada na quarta-feira, 15 e válida pela semifinal da Taça Paulista sub16, ainda não acabou. Ao menos fora das quatro linhas. Encerrado em súmula pelo árbitro Marcos Roberto Boiane às proximidades dos 15 minutos do segundo tempo, o confronto ganhou ares jurídicos e será julgado pelo Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) da Liga de Futebol Nacional na próxima quinta-feira, 23, interrompendo a competição até segunda ordem.

O conflito que deu margem ao desfecho incomum começou pouco após um gol da equipe são-carlense, aos 12 minutos da etapa complementar, quando Victor Hugo fez jogada individual pelo flanco direito e igualou o placar em 2 a 2. Depois da comemoração, jogadores das duas equipes se desentenderam no campo de defesa do Lobão da Central, iniciando um tumulto generalizado e a expulsão do zagueiro Rychard, pelo lado gremista, e do volante Paulo, pelo clube de Hortolândia.

Depois de aguardar "por 30 minutos em comum acordo com a GCM [Guarda Civil Municipal]", Boiane relatou que "resolvemos encerrar a partida por falta de segurança para a arbitragem, atletas e torcedores" - apesar dos guardas municipais e policiais militares presentes no local -, levando o duelo para apreciação do TJD.

Por lá, o presidente Fábio Luiz de Oliveira considerou, em seu despacho, que "pelo princípio de razoabilidade, bem como, do perigo de dano irreparável, acolho o pedido da D. Procuradoria de suspensão temporária da Taça Paulista Sub-16, até julgamento final das denúncias oferecidas, desde já, designo sessão de julgamento para o dia 23/11/2017 às 19h50min", convocando para a ocasião os dois clubes e os três atletas expulsos na partida - antes da desordem, o Grêmio já jogava com um atleta a menos em função do cartão vermelho recebido pelo goleiro Fabio, em pênalti cometido ainda no primeiro tempo.

Por meio de sua diretoria, o Grêmio Sãocarlense informa que encaminhará um representante de seu departamento jurídico para o julgamento, colocando-se à disposição para o auxílio na resolução de eventuais contratempos.

Com a situação, o Jalesense aguarda seu adversário na decisão em nova data, tendo em vista a impossibilidade de realização da partida única neste sábado, 18, conforme previsto inicialmente no cronograma da Taça Paulista sub16.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias